Esportes

Di Matteo reclama de arbitragem em derrota do Chelsea

Da Redação ·
A derrota do Chelsea para o Manchester United no último domingo, por 3 a 2, pelo Campeonato Inglês, deixou o técnico Roberto Di Matteo extremamente irritado. Não pelo desempenho da equipe, que chegou a buscar o empate após estar perdendo por 2 a 0, mas pela arbitragem de Mark Clattenburg, que influenciou de forma direta no resultado. Logo após o Chelsea conseguir a igualdade em 2 a 2, no segundo tempo, Clattenburg expulsou o lateral Ivanovic, após falta em Ashley Young, e o atacante Fernando Torres, por entender que o espanhol tentou cavar uma falta em lance com Jonny Evans. Para piorar, o árbitro ainda validou gol ilegal de Chicharito Hernandez, que estava impedido e definiu a vitória do Manchester United. "Ficou óbvio para todos que o segundo cartão amarelo do Torres não foi merecido. Ele recebeu a falta, o Evans deveria ter sido advertido. Para piorar, o gol deles foi em impedimento. É uma pena que a partida tenha que ser decidida desta maneira pela arbitragem", declarou Di Matteo, considerando que apenas a expulsão de Ivanovic foi justa. O técnico do Chelsea ainda fez questão de reclamar da postura do treinador rival, Alex Ferguson, que tem fama de sempre pressionar a arbitragem. "Independente do que o Ferguson disser, foi falta a nosso favor no lance do Torres, que colocou a bola entre as pernas de Evans e foi tocado. Era falta e cartão para o outro jogador, não para o nosso". Para Di Matteo, os erros aconteceram no momento em que o Chelsea estava melhor na partida e perto da virada. "Ficamos muito desapontados com estas decisões erradas em lances importantes porque parece que é sempre contra nós. Estávamos perto de vencer a partida, então foi uma pena. Foi um grande jogo, entre duas boas equipes, e a arbitragem arruinou". comentou.
continua após publicidade