Esportes

Eleições não interferem nas obras da Copa, diz ministro

Da Redação ·
O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, garantiu neste domingo que os resultados das eleições municipais não vão interferir no andamento das obras para a Copa do Mundo de 2014. Segundo ele, o trabalho continuará sendo feito como planejado, independentemente de quem estiver no governo das 12 sedes da competição que acontecerá no Brasil. "Trabalhamos nas 12 sedes com o mesmo nível de entendimento e cooperação, independentemente do governo (do local)", disse o ministro, em entrevista neste domingo à rádio Estadão/ESPN. "O mais importante é fazer bem a Copa do Mundo. Esse é o interesse do governo federal e também das prefeituras e dos Estados. E assim continuará sendo, independentemente dos resultados eleitorais." Das 12 sedes da Copa, sete passaram neste domingo pelo segundo turno das eleições: São Paulo, Salvador, Fortaleza, Curitiba, Natal, Cuiabá e Manaus. Outras quatro já tinham definido o prefeito anteriormente (Rio, Belo Horizonte, Porto Alegre e Recife), enquanto Brasília, por ser um Distrito Federal, não tem prefeitura. INDEFINIÇÃO - Durante a entrevista, Aldo Rebelo não deu como certa a participação do Recife como sede da Copa das Confederações de 2013. Ele garantiu ter feito o possível para tranquilizar a Fifa sobre as obras no estádio que está sendo construído em Pernambuco, mas a confirmação deve sair só no dia 8 de novembro. "Há ainda uma preocupação da Fifa com relação ao prazo de entrega dos estádios. Procurei tranquilizar a Fifa mostrando a evolução das obras dos estádios. Mas quem dá a última palavra é a Fifa, vamos aguardar", afirmou Aldo Rebelo, mostrando confiança de que a Copa das Confederações terá mesmo as seis sedes previstas. O plano inicial é de fazer a Copa das Confederações, em junho de 2013, em seis sedes. Mas, diante do atraso na construção do estádio, Recife pode ser excluído. Enquanto isso, Rio, Brasília, Fortaleza, Belo Horizonte e Salvador parecem estar asseguradas como palco dos jogos do torneio que serve como teste para o Mundial.
continua após publicidade