Esportes

Brasil arrasa Argélia e vai à disputa do bronze no judô

Da Redação ·
A Argélia foi a primeira vítima do Brasil na chave masculina do Mundial por Equipes de Judô, neste domingo, em Salvador. Depois de estrearem já na segunda rodada, perdendo para a Rússia, os brasileiros foram para a repescagem e ali não tiveram trabalho para vencer os argelinos por 5 a 0, e avançarem à disputa pelo bronze. Das cinco vitórias, quatro foram por ippon. Entre os homens, o Brasil conquista medalha há quatro mundiais. Foi prata em 2007, 2010 e 2011 e bronze em 2008. O problema é que as derrotas nas finais foram sempre para japoneses ou franceses e um desses dois será o adversário na disputa pelo terceiro lugar, já que se encontram na semifinal. Contra os argelinos, o time brasileiro chegou à vitória já na terceira luta. Primeiro Luiz Revite entrou no tatame, ganhando uma chance no lugar do titular Leandro Cunha, e venceu por ippon seu adversário. Bruno Mendonça pegou Youcef Ouahab, chegou a levar um wazari, mas respondeu com o ippon, fechando a luta. Precisando de mais uma vitória, o Brasil contou com o garoto Victor Penalber, de 22 anos, contra Yacine Ladour. E a nova sensação do judô brasileiro não decepcionou. Agressivo o tempo todo, somou um wazari e um yuko para vencer e garantir a classificação brasileira. Depois, ainda teve espaço para mais duas vitórias, ambas por ippon. Eduardo Bettoni precisou do golden score, mas conseguiu o golpe perfeito. David Moura, lutando entre os peso pesados (Rafael Silva foi poupado), também venceu por ippon, fechando o confronto em 5 a 0.
continua após publicidade