Esportes

Perto da vaga, Ney Franco teme campeonato 'traiçoeiro'

Da Redação ·
O São Paulo não tem que reclamar do fim de semana. Venceu com tranquilidade o Sport, na Ilha do Retiro, viu Vasco e Grêmio, seus principais rivais no Brasileiro, tropeçarem, e se consolidou no G4 faltando cinco rodadas para o fim da competição. Por isso tudo isso Ney Franco comemora. "Nossa equipe foi muito tranquila na parte emocional. Além disso, foi muito bem taticamente e tecnicamente, saímos do jogo com um índice grande de acerto. Vencemos um time que é difícil de ser batido aqui em Recife. Um jogo para ser comemorado", comentou o treinador. Com o conjunto de bons resultados no sábado, o São Paulo abriu sete pontos sobre o quinto colocado, agora o Internacional, no G4 do Brasileirão - Botafogo e Vasco, oito pontos atras, também sonham. E, o melhor: diminuiu para apenas dois pontos a distância que o separa do terceiro colocado e da vaga direta na Libertadores: o Grêmio. Os dois times tricolores ainda se enfrentam neste Brasileiro. Assim, o São Paulo depende só de si para terminar em terceiro. E é exatamente esse o problema: a tabela complicada. Nas duas próximas rodadas, o time de Ney Franco recebe o líder Fluminense e visita o Grêmio. Se perder duas vezes, segue no G4, mas possivelmente com diferença mínima para os concorrentes. "Temos cinco rodadas para o fim do campeonato, que é traiçoeiro. Enquanto não estivermos matematicamente consolidados no G4 será complicado. Vamos pegar o líder Fluminense agora e depois o confronto direto com o Grêmio", lembrou o treinador.
continua após publicidade