Esportes

Tite escala o Corinthians do Mundial contra o Vasco

Da Redação ·
O Corinthians dará neste sábado o seu primeiro passo para a disputa do Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, no Japão. O jogo contra Vasco, às 16h20, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro, marca a volta do time titular. Só não jogam o atacante Emerson e o meia Danilo porque estão machucados. Tite não pretende remontar ou reconstruir sua equipe. Mas fará ajustes. Ele decidiu começar pela defesa, setor que estará completo, com as voltas dos laterais Alessandro (direito) e Fábio Santos (esquerdo) e dos zagueiros Chicão e Paulo André. Por ter implementado um rodízio nos últimos jogos (alguns atletas ganharam folga), o time sofreu muitos gols, a maioria em jogadas de bola parada (quatro dos seis últimos gols que levou). Foi fruto da desatenção e da falta de entrosamento. Isso aconteceu nas partidas contra Flamengo, Portuguesa e Bahia. Com o retorno dos titulares, Tite quer recuperar a sintonia fina de seus zagueiros. Chicão e Paulo André não atuam juntos desde 12 de setembro. Eles se conhecem bem e estão entrosados com o avanço dos laterais. "Esses seis jogos são preparatórios para o Mundial, a margem de erro é pequena. Precisamos ser sólidos e tomar poucos gols", afirmou Tite. Sem partidas durante a semana, Tite conseguiu pôr em prática o que todo treinador sonha: aliou treinos físicos, táticos e principalmente com bola. Na última quarta-feira, fez um longo coletivo com o time que jogará neste sábado. Nesta sexta, reuniu mais uma vez os titulares e organizou um trabalho tático, sem adversário, para corrigir posicionamentos. Ainda comandou uma atividade específica com bola parada, com objetivo de não sofrer gols. Tite disse que intensificar trabalhos com foco no ataque será um segundo passo. O peruano Guerrero pode render mais e ainda não atuou junto com Emerson, a dupla que deverá ser titular no Mundial. "Quando falo em não tomar gol é todo um processo, todos têm responsabilidade, e isso é uma marca do Corinthians. Depois, partimos para as individualidades". A formação tática que será usada é uma segunda opção de Tite. Serão três atacantes: Romarinho, aberto pela direita, Guerrero, centralizado, e o argentino Martínez, na esquerda. Ele prefere seu time com dois meias, mas Danilo ainda está fora de combate. O Vasco será o primeiro dos sparrings até o Mundial. Dos seis jogos, haverá outros três rivais fortes: Internacional, Santos e São Paulo, na última rodada. O desafio de Tite é grande: ele quer o time no "ponto" das rodadas finais da Copa Libertadores, quando bateu o mesmo Vasco deste sábado, Santos e Boca Juniors. O tempo é curto.
continua após publicidade