Esportes

São Januário pode dar lugar a novo estádio, diz Vasco

Da Redação ·
O Estádio de São Januário pode ser demolido para dar lugar a uma nova arena até 2016. Quem afirma isso é Luiz Gomes, diretor geral do Vasco. O clube carioca preservaria a fachada histórica do estádio e aproveitaria a chance aberta pelos Jogos Olímpicos do Rio, que terão as partidas de rugby sevens - modalidade estreante - exatamente em São Januário. "Nós queremos melhorar nosso estádio em pouco tempo e os Jogos Olímpicos nos dão essa possibilidade de finalmente fazer isso", disse Luiz Gomes. "Nós teremos a arena pronta para a competição de rugby sevens em 2016 e depois teremos um estádio completamente novo para o time", completou. Pela proposta, a nova arena seria teria a capacidade para receber 46 mil pessoas, mais do que o dobro da atual capacidade do estádio, de cerca de 21 mil pessoas. O Vasco deve levar o projeto até a próxima quarta-feira ao Comitê Organizador dos Jogos do Rio. Em crise financeira - recentemente o clube ficou sem água porque a conta não foi paga - o Vasco pretende, de acordo com Gomes, pagar cerca de 60% da obra. Investidores se responsabilizariam pelo resto. A ideia cruzmaltina é demolir São Januário depois que o Maracanã for liberado. Assim, esse estádio seria a nova casa do time. O clube também quer aproveitar as obras de infraestrutura no porto do Rio e, com isso, garantir melhorias no acesso à Arena. O Vasco espera contar com o apoio do prefeito reeleito Eduardo Paes e do governador Sérgio Cabral. Ambos são vascaínos declarados. São Januário foi o primeiro grande estádio do futebol carioca. Construído em 1927, foi o palco dos grandes jogos até a construção do Maracanã. Em 2000, na final da Copa João Havelange, com superlotação de público, uma parte das grades caiu e mais de 150 pessoas ficaram feridas.
continua após publicidade