Esportes

Federação acusa Napoli de manipulação de resultados

Da Redação ·
A Federação de Futebol da Itália acusou nesta sexta-feira o Napoli e o capitão da equipe, Paolo Cannavaro, de manipulação de resultados no Campeonato Italiano. As suspeitas recaem ainda sobre os jogadores Gianluca Grava e Matteo Gianello, que já deixou o clube, e o ex-auxiliar-técnico Silvio Giusti. A denúncia se refere ao jogo com a Sampdoria, realizado no dia 16 de maio de 2010. A vitória por 1 a 0, no duelo válido pela última rodada daquela edição do Italiano, garantiu à Sampdoria o quarto lugar na tabela e a vaga na fase preliminar da Liga dos Campeões da temporada seguinte. Gianello e Giusti são acusados de fraude esportiva por terem combinado o resultado da partida em troca de dinheiro. Cannavaro, irmão mais novo de Fabio, ex-capitão da seleção italiana, e Grava foram envolvidos na acusação por não terem denunciado o esquema. Um dos melhores times desta edição do Italiano, o vice-líder Napoli poderá perder pontos no campeonato e seus jogadores podem ser banidos do futebol caso a acusação seja confirmada pelas investigações. Em busca do primeiro título do Italiano, desde as conquistas de 1987 e 1990, ainda na época de Maradona, o Napoli está três pontos atrás da líder Juventus. Quatro clubes do Italiano já perderam pontos nesta edição por conta de denúncias de combinação de resultados: Siena (6), Atalanta (2), Sampdoria (1) e Torino (1). Desde o meio do ano passado, pelo menos 50 pessoas foram presas por suspeita de manipulação de resultados no futebol italiano. Novos casos ainda estão sob investigação em Cremona, Bari e agora também em Nápoles.
continua após publicidade