Esportes

Com reservas, Atlético de Madrid vence e mantém 100%

Da Redação ·
Atual campeão da Liga Europa, o Atlético de Madrid poupou diversos titulares, entre eles Falcao Garcia, e mesmo assim chegou sem grandes dificuldades à sua terceira vitória seguida na competição. Nesta quinta-feira, o time espanhol recebeu o português Acadêmica no Vicente Calderón e venceu por 2 a 1. O brasileiro Diego Costa, substituto de Falcao, abriu o placar aos 3 minutos do segundo tempo. Tiago bateu escanteio e o atacante subiu mais que a zaga para marcar de cabeça. O turco Emre fez o segundo, numa belíssima cobrança de falta que deixou o goleiro Ricardo parado olhando a bola entrar no ângulo. Já no fim, Salim Cissé, da Guiana, descontou. Com a terceira vitória seguida, o Atlético tem 100% de aproveitamento no Grupo B da Liga Europa. Em segundo vem o Plzen, com seis pontos. O time de República Checa visitou o Happoel Tel-Aviv em Israel e venceu por 2 a 1. Na Ucrânia, pelo Grupo F, o Dnipro também manteve os 100% na Liga Europa. Nesta quinta, a equipe venceu o Napoli por 3 a 1 com dois gols brasileiros. Matheus fez o segundo dos ucranianos e Giuliano o terceiro. O ex-jogador colorado, aliás, comemorou de forma peculiar. Deitou no chão com as pernas abertas e os colegas dele simularam um parto. A bola virou um bebê, que ele balançou à la Bebeto. Menos mal para o time italiano que o PSV não saiu de um empate em 1 a 1 com o AIK, em Eindhoven. Com isso, os holandeses foram a quatro pontos e não abriram muita distância do Napoli, que tem três. O Liverpool usou seus principais jogadores para vencer o Anzhi, por 1 a 0. Downing marcou. O Grupo A ficou embolado, porque o argentino Bobadilla fez três gols e o Young Boys, da Suíça, venceu a Udinese por 3 a 1. O time inglês agora lidera com seis pontos, seguido de Anzhi e Udinese, que têm quatro, e do Young Boys, com três. Pelo Grupo C, o Borussia Mönchengladbach recebeu o Olympique de Marselha e venceu por 2 a 0, chegando aos mesmos quatro pontos que o rival. O líder é o Fenerbahce, que venceu o AEL, no Chipre, por 1 a 0, marcando seu sétimo ponto.
continua após publicidade