Esportes

Fábio Santos rechaça medo de lesão antes do Mundial

Da Redação ·
Sem risco de cair para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, o Corinthians joga o torneio pensando em dezembro, no Mundial de Clubes. Apesar do foco na competição internacional, o lateral-esquerdo Fábio Santos, que volta ao time depois de receber folga, nega que haja o temor por lesões semanas antes da viagem ao Japão. "Não podemos ter medo de lesão, e o Tite não deixa ninguém entrar meia-boca, temos de entrar 100%, sem medo de lesão", disse o jogador, que vai ser titular contra o Vasco, sábado, às 16h20, no Brasileirão. Apesar de ainda faltar aproximadamente 50 dias para a estreia no Mundial, o lateral já vive a expectativa pela competição no Japão. "Está bem melhor que quando acabou a Libertadores. Estava longe, agora já passamos por esta etapa e vamos focar no Mundial. Sabemos da responsabilidade e da valorização de cada jogador se ganharmos. A gente não vê hora", contou ele. De acordo com o lateral, porém, no Mundial o grupo corintiano não sofrerá a mesma pressão da época da Libertadores. "A pressão que passamos aqui por causa da Libertadores não vou passar em lugar nenhum e acho que ninguém vai passar de novo. Agora é mais tranquilo", avaliou. A proximidade com o Mundial pode tirar o lateral do jogo de volta do Superclássico das Américas, contra a Argentina. Como o jogo em Resistencia será em 21 de novembro, na fase final da preparação para o Mundial, o técnico Tite deverá pedir a dispensa de seus jogadores (Paulinho, Cássio e Ralf também foram chamados na primeira lista). Fábio Santos entende a situação. "O Tite está no direito dele para formar a equipe para o Mundial. Nós queremos vestir a camisa da seleção. Vai existir um bom senso de saber quais jogadores (vão para o jogo). Vamos respeitar a opinião, vou querer jogar, mas entendo o pedido do Corinthians na liberação."
continua após publicidade