Esportes

Criciúma perde do lanterna e cai para 3º na Série B

Da Redação ·
O Criciúma defendia a liderança da Série B, enquanto o Barueri tentava deixar a lanterna. Por isso, todos apostavam na vitória do time catarinense na noite desta terça-feira, principalmente pelo jogo ser realizado no Estádio Heriberto Hülse. Mas não foi isso que aconteceu. Com um aproveitamento perfeito nas finalizações, o Barueri surpreendeu os donos da casa e goleou por 4 a 3, pela 32.ª rodada. O lanterna chegou a abrir 4 a 0 e quase permitiu o empate. Até agora, o Criciúma havia disputado 15 partidas em casa e vencido 14. A única derrota fora para o América-MG. Com o tropeço e as vitórias de Goiás e Vitória, o time catarinense caiu para o terceiro lugar, com 65 pontos. Enquanto isso, o Barueri chegou ao sexto jogo sem derrota - três empates e três vitórias -, pulou para o 19.º lugar, com 26 pontos e manteve vivo o sonho de escapar do rebaixamento para a Série C. A torcida do Criciúma, que compareceu em grande número, levou um susto logo no primeiro minuto, quando Alex Lima aproveitou cobrança de escanteio de Rafael Chorão e cabeceou para colocar o Barueri na frente.

Aos 12 minutos, Michel Alves espalmou chute de Rafael Chorão e o atacante Magrão completou, marcando o segundo para os visitantes. Atrás do marcador, o Criciúma pressionou o adversário e chegou a balançar as redes com Zé Carlos, mas o árbitro anulou marcando impedimento.

E o que era difícil ficou ainda pior aos 26 minutos. Alê carregou a bola sem marcação e soltou a bomba da entrada da área. Michel Alves falhou e aceitou o terceiro gol. Os donos da casa foram com tudo para cima, mas encontravam dificuldades para escapar da forte marcação adversária. Apoiado pela torcida, mesmo com o resultado negativo, o Criciúma criou três chances nos primeiros cinco minutos do segundo tempo. Em uma delas, Zé Carlos chutou forte e obrigou Rafael a fazer grande defesa, espalmando para escanteio. Porém, quem balançou as redes novamente foi o Barueri, aos 8. Henrique Dias cruzou, a bola desviou no zagueiro e explodiu no travessão. Rafael Chorão completou o rebote quase em cima da linha. O time catarinense continuou pressionando e marcou o seu primeiro gol aos 23 minutos. Marlon aproveitou cruzamento de Zé Carlos e, mesmo sem ângulo, bateu no canto de Rafael. Aos 35 minutos, Rodrigo Tiuí recebeu passe dentro da área e bateu rasteiro, por baixo do goleiro. Dez minutos depois, Kléber precisou de duas tentativas para marcar o terceiro.

Apesar da pressão, a reação do Criciúma parou por aí. Faltou um pouco mais de tempo. O Criciúma volta a campo contra o Guarani, no próximo sábado, às 16 horas, no Brinco de Ouro, em Campinas, pela 33ª rodada. Na sexta-feira, o Barueri recebe o América-RN, às 21 horas, na Arena Barueri. FICHA TÉCNICA: CRICIÚMA 3 X 4 BARUERI CRICIÚMA - Michel Alves; Eric, Matheus Ferraz, Ozeia e Marlon; França (Douglas), Fransergio, Kleber e Giovanni Augusto (Rodrigo Tiuí); Gilmar (André Gava) e Zé Carlos. Técnico - Paulo Comelli. BARUERI - Rafael; Rafael Tesser (Tiago Elias), Alex Lima, Anderson Salles e Renan; Douglas Marques, Alê, Rafael Chorão e Henrique Dias (Fabinho); Magrão (Anderson Cavalo) e Marcelinho. Técnico - Roberto Cavalo. GOLS - Alex Lima, a um, Magrão, aos 12, e Alê, aos 26 minutos do primeiro tempo; Rafael Chorão, aos 8, Marlon, aos 23, Rodrigo Tiuí, aos 35, e Kleber, aos 45 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wagner Reway (MT).

CARTÕES AMARELOS Ozeia e Fransérgio (Criciúma); Henrique Dias e Rafael (Barueri).

PÚBLICO - 14.004 pagantes.

RENDA - R$ 198.240,00.

LOCAL - Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC).

continua após publicidade