Esportes

Luis Fabiano é absolvido pelo STJD por simular falta

Da Redação ·
Os são-paulinos podem respirar aliviados: Luis Fabiano foi absolvido por unanimidade pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) após ser acusado de simular uma bolada no rosto no duelo contra o Palmeiras no dia 6. O atacante foi enquadrado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) - "assumir conduta contrária à ética desportiva". A punição máxima prevista era de até seis jogos, o que tiraria o jogador do restante do Campeonato Brasileiro. Desde que souberam que o jogador seria indiciado, companheiros do atacante e o técnico Ney Franco reclamaram e Rogério Ceni chegou a dizer que "fatos estranhos" começavam a acontecer justamente no momento de reabilitação da equipe na competição. "O lance foi muito claro. O atleta tomou um calço e logo a seguir o adversário deu uma bomba e ele foi atingido na região na barriga. Se ele colocou a mão na cara, no braço, no peito, não faz a diferença. O adversário atingiu e foi punido com o amarelo. O atleta se encolheu e colocou a mão no rosto, o que não quer dizer que ele foi atingido no rosto", explicou na argumentação o advogado Theotônio Chermont. Com isso, o artilheiro deve voltar à equipe no sábado para enfrentar o Sport. Como sentiu uma fadiga na coxa esquerda, deve ser preservado no jogo contra a LDU de Loja, quarta, pela Sul-Americana, mesmo não tendo nenhuma lesão constatada. PALMEIRAS - No mesmo julgamento, o lateral-direito Artur, do Palmeiras, foi julgado pela expulsão no clássico e pegou um jogo de suspensão, já cumprido contra o Coritiba.
continua após publicidade