Esportes

Pizzonia comenta saída do Corinthians e pode fazer corridas por outra equipe

Da Redação ·
 O piloto se prepara agora para a sua estreia com a equipe Hot Car, neste domingo, dia 28
fonte: Divulgação
O piloto se prepara agora para a sua estreia com a equipe Hot Car, neste domingo, dia 28

O amazonense Antonio Pizzonia, que disputará a temporada 2010 da Stock Car pela equipe Hot Car Competições (Agecom/Bardahl), não defenderá o Corinthians este ano na Superleague Formula. O piloto corria pela equipe desde 2008 e conquistou três poles e quatro pódios.

continua após publicidade

"Gostaria de explicar por que não vou mais correr pelo Corinthians. Em primeiro lugar, o que mais atrapalhou foi o fato de algumas etapas do campeonato coincidirem com a Stock Car, que é a minha prioridade. E também queria que ficasse bem claro para todos que não é o Corinthians quem define o piloto, mas sim o dono da equipe Azerti Racing, que corre com as cores do Timão. O fato de eu não poder participar de toda a temporada pesou muito. Como são holandeses, eles acabaram optando por um piloto do país e que poderia participar de todas as provas, o Robert Doornbos", explicou Pizzonia, que fez questão de ressaltar os bons momentos vividos com o clube paulista.

"Tive uma experiência incrível correndo pelo Corinthians, principalmente pelo apoio que recebi da torcida. Todo mundo sabe que eu não sou corinthiano, mas eles sempre me apoiaram. Foram dois anos muito felizes e uma experiência que vou levar para o resto da minha vida", destacou.

continua após publicidade

No entanto, o "Jungle Boy", como Pizzonia é conhecido internacionalmente, não descartou a possibilidade de fazer algumas provas pela categoria internacional. "Já tive algumas conversas com outras equipes e há a chance de correr uma ou duas provas durante a temporada", completou.

O piloto se prepara agora para a sua estreia com a equipe Hot Car, neste domingo, dia 28, na disputa da primeira etapa da Stock, em Interlagos (SP). Os treinos terão início na quinta-feira (25).