Esportes

Abel festeja Flu disparado na ponta, mas contém euforia

Da Redação ·
Abel festeja Flu disparado na ponta, mas contém euforia
fonte: Arquivo
Abel festeja Flu disparado na ponta, mas contém euforia

Depois de ver o Fluminense vencer o Flamengo por 1 a 0, no clássico do último domingo, no Engenhão, o técnico Abel Braga não escondeu a sua satisfação com o fato de sua equipe agora estar seis pontos à frente do vice-líder Atlético-MG no Campeonato Brasileiro. O treinador, porém, evitou exibir euforia e prometeu que o time irá manter os pés no chão nas 11 rodadas que faltam para o término da competição.


"Nós não vamos, de maneira nenhuma, colocar salto alto, soberba, basta um resultado negativo, que é absolutamente normal neste Brasileiro, e você perde a liderança. É um momento muito bom, mas vamos trabalhar jogo a jogo", enfatizou o comandante, em entrevista coletiva, na qual lembrou que o Fluminense nunca deixou de acreditar na busca pelo título, mesmo quando o Atlético-MG vivia grande fase na liderança.


"O Brasileiro é um campeonato extremamente competitivo e tínhamos certeza de que as equipes, pelo menos as de cima, não manteriam a mesma performance no segundo turno. Imagina os jogos que teremos pela frente: Botafogo, São Paulo e Palmeiras fora, Grêmio, Atlético-MG também fora", disse o técnico, já prevendo também dificuldades para o seu time se manter na primeira colocação.


E Abel citou o fato de o Fluminense ficar focado apenas em si próprio como um diferencial para o time viver excelente fase no Brasileirão. "Nosso grande segredo é que só temos nos preocupado conosco. Ultimamente, escuta-se muita gente falando do time dos outros. Nós não falamos de ninguém. Assumimos, entendemos, nos policiamos, criticamos, elogiamos, mas somente a nós mesmos. E temos convivido bem com os resultados e as atuações ruins", enfatizou.


Já o goleiro Diego Cavalieri, que agarrou um pênalti no final do segundo tempo e foi decisivo para a vitória do Fluminense, festejou a boa diferença de pontos que o seu time abriu na ponta da tabela. "Está todo mundo de parabéns pela superação, por ter vencido mais um jogo importante que nos mantém na liderança e principalmente nos deixa com uma boa vantagem sobre o segundo colocado", disse, ao Sportv, ainda no gramado do Engenhão.


O goleiro ainda mostrou dificuldade para dar entrevista pelo fato de ter tomado um chute na garganta, involuntário, de Vagner Love, fato que dificultou a sua comunicação com os companheiros de time a partir daquele momento. "Está até difícil para falar, pois acabei tomando esse chute na garganta, mas dentro de campo vale todo o sacrifício e estamos trabalhando muito duro neste ano. E não é de graça que isso está acontecendo. Todo mundo está batalhando muito para isso", completou.

continua após publicidade