Esportes

Neymar garante vitória santista fora de casa

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 16 de setembro (Folhapress) - Atrás no placar até os 25min do segundo tempo, o Santos, como de costume, contou com a habilidade de Neymar para conseguir sua oitava vitória no Campeonato Brasileiro.

Hoje, a equipe venceu o Coritiba, de virada, por 2 a 1, no Couto Pereira, em jogo válido pela 25ª rodada da competição. Deivid, aos 9min da etapa inicial, marcou o gol dos donos da casa. Neymar, aos 25 da etapa complementar, empatou, e aos 37, fez o gol da virada.

Com muita dificuldade na armação das jogadas, o Santos foi pressionado pelo Coritiba durante a maior parte do jogo. Diante da forte marcação paranaense, o time comandado por Muricy Ramalho produziu muito pouco no ataque e ficou na dependência de Neymar para resolver a situação. A vitória levou a equipe aos 33 pontos e à décima colocação da tabela.

A má notícia para os torcedores santistas é que, na comemoração do seu segundo gol, Neymar levou cartão amarelo e está suspenso da partida contra a Portuguesa na próxima rodada, sábado, às 21h, no Pacaembu. O Coritiba enfrenta o Sport, em Recife, no domingo, às 18h30. Com os mesmos 28 pontos, o time caiu para o 15º lugar.

O jogo

As equipes usaram os primeiros minutos do jogo para se estudarem. Aos poucos, o Coritiba foi ficando mais à vontade em seu território e passou a visitar o ataque com frequência.

Deivid abriu o placar para os donos da casa aos 9min, após cobrança de falta de Ayrton, que cruzou na área -a bola pingou e enganou a defesa santista. Escudero e Deivid chegaram no lance, mas foi o camisa 9 quem cabeceou no fundo da rede. Embalados, os paranaenses tocavam melhor a bola e tinham mais velocidade.

Do outro lado, o Santos encontrava dificuldade na armação das jogadas; faltava cadência no meio de campo, faltava criação.

No decorrer da etapa inicial, os santistas conseguiram segurar a bola, porém, esbarravam sempre na forte marcação do Coritiba. Neymar fez pouco, porque Gil marcava o jogador santista individualmente.

As melhores oportunidades do Santos ficaram nas mãos de Vanderlei. O goleiro paranaense defendeu um bom chute de Patito Rodríguez aos 35min e, aos 40, espalmou, no reflexo, um desvio de cabeça de Neymar após cobrança de falta de Gerson Magrão.

À frente do placar, o Coritiba voltou motivado para a etapa complementar. Pressionou o adversário e exigiu trabalho dobrado de Rafael. Foram três ataques em 7min -o último o mais perigoso: Ayrton cruzou da direita, Robinho furou e Buno Rodrigo também. A bola chegou nos pés de Deivid, que sozinho, chutou pra fora, à esquerda do gol.

O Santos seguia sendo travado pela forte marcação paranaense e produziu muito pouco no ataque. Aos 25min, Neymar, sumido até então, resolveu sozinho. Em lance individual, o camisa 11 passou por três marcadores, driblou o goleiro Vanderlei, e quase da linha de fundo, anotou mais um belo gol em sua carreira.

Aos 37min, o atacante santista garantiu a vitória. Patito Rodríguez chutou do meio, Vanderlei cedeu o rebote, e a bola voltou nos pés de Neymar, que bateu firme para virar.



CORITIBA

Vanderlei; Ayrton, Demerson, Sergio Escudero e Eltinho; Willian Farias, Gil, Robinho (Everton Costa), Lincoln (Raúl Ruidiaz) e Everton Ribeiro (Marcel); Deivid. Técnico: Marquinhos Santos



SANTOS

Rafael; Bruno Peres (Douglas), Bruno Rodrigo, David Braz e Juan; Ewerton Páscoa (Bernardo), Arouca, Gerson Magrão e Patito Rodríguez; Neymar e André (Bill). Técnico: Muricy Ramalho



Estádio: Couto Pereira, em Curitiba

Árbitro: Ronan Marques da Rosa

Gols: Deivid, aos 9min do 1º tempo; Neymar, aos 25 e 37min do 2º tempo

Cartões amarelos: Sergio Escudero (C); Douglas, Gerson Magrão e Neymar (S)
 

continua após publicidade