Esportes

Líder, time carioca perde em casa para o lanterna

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 15 de setembro (Folhapress) - O líder estava invicto havia 12 rodadas. O lanterna amargava jejum de seis jogos. Mas deu zebra e o Fluminense perdeu por 2 a 1 para o Atlético Goianiense hoje, em Volta Redonda, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O time carioca só tinha sido derrotado pelo Grêmio em Porto Alegre. Permanece com 53 pontos, dois a mais do que o Atlético-MG, que jogou duas vezes menos e pode ultrapassá-lo amanhã, ante o Náutico, em Recife.

Apenas Palmeiras, São Paulo e Figueirense haviam perdido para o Atlético Goianiense.

O jogo

Um problema no sistema de iluminação atrasou a partida em quase 20 minutos.

Os visitantes abriram o placar aos 18min. O volante Dodó fez fila e sofreu falta perto da área. Diego Giaretta chutou forte no ângulo.

Em momento algum, o rubro-negro goiano se assustou com a pressão tricolor. Fechava-se todo quando não tinha a bola, e levava perigo nos contragolpes.

Aos 40min, o lateral-direito Marcos recebeu lançamento, entrou na área, driblou um adversário e chutou em cima do goleiro Diego Cavalieri. Mas, em seguida, ele cobrou escanteio na cabeça do zagueiro Reniê, que acertou o ângulo, de cobertura.

As tentativas tricolores paravam no goleiro Márcio. Porém, aos 19min do segundo tempo, o atacante Michael, que entrou no lugar do lesionado Rafael Sóbis, pegou rebote na pequena área e chutou de voleio para o gol vazio.

"Essa vitória é importante para a autoestima, para os jogadores saberem que são capazes", avaliou o goleiro Márcio.

Na próxima rodada, o Fluminense recebe o Náutico, novamente em Volta Redonda, às 18h30. Não terá o volante Edinho, que recebeu o terceiro cartão amarelo, mas o zagueiro Digão e o artilheiro Fred voltam de suspensão. O meia Deco, recuperado de lesão, também deve retornar. Assim como Valencia, que estava servindo à seleção colombiana. O Atlético-GO enfrenta o Flamengo, em Goiânia, no próximo domingo.



FLUMINENSE

Diego Cavalieri; Bruno Vieira, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos (Wallace); Edinho, Jean, Thiago Neves e Rafael Sobis (Michael); Wellington Nem e Samuel (Higor). Técnico: Abel Braga



ATLÉTICO-GO

Márcio; Marcos, Gustavo, Reniê e Diego Giaretta; Pituca, Dodó, Ernandes e Danilinho (Carlos) (Gilson); Diogo Campos (Marino) e Patric. Técnico: Artur Neto



Estádio: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)

Árbitro: Márcio Chagas da Silva

Gols: Diego Giaretta, aos 18, e Reniê, aos 41min do 1º tempo; Michael, aos 19min do 2º tempo

Cartões amarelos: Edinho (F); Marcos, Pituca, Danilinho, Diego Giaretta e Marino (A)
 

continua após publicidade