Esportes

Toyota vence sua primeira em Endurance em São Paulo

Da Redação ·

Por Daniel Médici SÃO PAULO, SP, 15 de setembro (Folhapress) - Levou três corridas para que a Toyota superasse a Audi em uma corrida de Endurance. A marca japonesa, que estreou seu modelo TS030 em junho, venceu hoje as 6 Horas de São Paulo, disputadas em Interlagos. Alexander Wurz e Nicolas Lapierre completaram 247 voltas com o carro japonês da categoria LMP1, a mais potente do campeonato, um minuto à frente do segundo colocado, o Audi híbrido de André Lotterer, Marcel Fässler e Benoît Tréluyer. Em terceiro, chegou o Audi do brasileiro Lucas di Grassi. Dividindo-o com Allan McNish e Tom Kristensen, o piloto "da casa" fez o último trecho da prova, e acabou 14 segundos atrás do outro protótipo alemão. A prova foi válida para o primeiro campeonato mundial de Endurance (WEC, na sigla em inglês). A Audi já é a campeã do ano, tendo vencido todas as provas anteriores O triunfo da Toyota começou com a pole position, obtida na sexta. Tida como mais veloz, mas com maior consumo de combustível, a equipe japonesa optou por fazer um rápido reabastecimento a apenas cinco minutos para o fim, quando se encontrava já mais de uma volta na frente do segundo colocado. Exceto por um acidente envolvendo quatro carros na largada, houve poucos toques e abandonos ao longo da prova. O Safety Car foi acionado apenas uma vez, com aproximadamente 2h30 de corrida, por poucas voltas -devido a uma roda solta do Signatech Nissan 23 no meio da pista. "Se o Safety Car tivesse permanecido mais algumas voltas, nossa parada não teia sido necessária", disse Nicolas Lapierre. "Para ser honesto, não sabíamos ao certo qual seria nossa estratégia de paradas antes da largada", afirmou seu companheiro, Alexander Wurz. Competição Os pilotos da Audi lamentaram a bandeira amarela, que veio em um mau momento para o time alemão -o carro número 2 teve que permanecer parado no pit lane, aguardando a abertura, durante o período. Além disso, ressaltaram que ambos os carros estavam competindo entre si até o fim da corrida. "Eu estava definitivamente tentando alcançar o Lotterer, sempre perguntando por rádio qual era a nossa diferença de tempo", disse di Grassi, sobre sua postura após o último pit stop. Outras categorias A LMP2 teve a vitória do HPD da Starworks Motorsports, pilotado por Stéphane Sarrazin, Vicente Potolicchio e Ryan Dalziel, os sétimos na classificação geral. Entre os modelos GT, a Ferrari dos italianos Giancarlo Fisichella e Gianmaria Bruni foi a primeira. Na categoria amadora, o brasileiro Fernando Rees foi o vencedor ao lado de Patrick Bornhauser e Julien Canal - eles pilotaram o Chevrolet Corvette da Larbre Competition.  

continua após publicidade