Esportes

Luisão leva suspensão de 2 meses por agressão a árbitro

Da Redação ·
O zagueiro brasileiro Luisão foi suspenso por dois meses pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), nesta sexta-feira, por causa de sua suposta agressão ao árbitro Christian Fischer durante um amistoso realizado pelo Benfica na pré-temporada do time, no último dia 11 de agosto, na Alemanha. Com a punição, o defensor passará a desfalcar a equipe neste período no Campeonato Português e em outras competições realizadas no país. Ele ainda corre o risco de ficar fora das quatro primeiras partidas do time na fase de grupos da Liga dos Campeões, pois a FPF anunciou que irá encaminhar essa decisão à Fifa, que irá analisar o caso e poderá estender a sanção ao âmbito internacional. Para completar, Luisão ainda foi condenado a pagar uma multa de 2.550 euros (aproximadamente R$ 6.670). Punido, o brasileiro nega que tenha agredido o árbitro no duelo diante do Fortuna Dusseldorf, que acabou sendo suspenso aos 43 minutos do primeiro tempo depois de o defensor ter aparentemente trombado com o juiz. O choque ocorreu depois que Christian Fischer marcou uma falta e se dirigia a Javi Garcia para aplicar o segundo cartão amarelo e consequentemente o vermelho. Luisão alega que entrou na frente dos seus companheiros para evitar uma confusão, mas acabou se chocando com o árbitro, que chegou a desmaiar e ficar no gramado por alguns minutos, antes de ser atendido no vestiário e depois suspender o duelo. Na ocasião, o brasileiro chegou a dizer que o juiz "teatralizou" a sua queda e alegou que a colisão com o mesmo não foi intencional, mas Fischer apresentou queixa formal contra o defensor. Luisão tem o direito de apelar contra a punição, mas, caso ela seja mantida e também ratificada pela Fifa em nível internacional, irá tirar o zagueiro dos duelos contra Barcelona, Celtic e Spartak Moscou, este último por duas vezes, pela fase de grupos da Liga dos Campeões. Assim, ele só poderia voltar ao time na competição no dia 20 de novembro, contra o Celtic, em Lisboa.
continua após publicidade