Esportes

Ministro defende limitação de mandato de dirigentes

Da Redação ·





Por Filipe Coutinho e Flávia Foreque

BRASÍLIA, DF, 13 de setembro (Folhapress) - Após anunciar investimentos de R$ 1 bilhão nos atletas do Rio-2016, o ministro Aldo Rebelo (Esporte) sugeriu hoje uma limitação do tempo de mandatos das entidades esportivas, muitas delas controladas há mais de dez anos pelo mesmo grupo político.

Um dos objetivos do governo, dentro do "Plano Brasil Medalhas", é "apoio ao aprimoramento" da gestão das confederações. Para o ministro Aldo Rebelo, as entidades devem se "democratizar e modernizar".

"Isso significa, por exemplo, limite de tempo e números de mandatos", disse Aldo.

O ministro, contudo, não deu detalhes de quais entidades precisam se democratizar. Carlos Arthur Nuzman, por exemplo, está há 17 anos no comando do COB (Comitê Olímpico Brasileiro).

"Não sei se o governo precisa fazer alguma coisa. Vamos fazer, de preferência e se possível, com o apoio das entidades. Vamos mostrar que isso traz melhorias", disse.
 

continua após publicidade