Esportes

Cariocas vencem no Canindé e disparam na ponta do Brasileiro

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 12 de setembro (Folhapress) - Melhor visitante da Série A, dono do ataque mais positivo e da defesa menos vazada, o líder Fluminense melhorou suas estatísticas no Canindé, hoje, ao derrotar a Portuguesa por 2 a 0 e aumentar sua invencibilidade para 12 partidas. Com 40 gols marcados e 15 sofridos, o clube tricolor disparou na ponta, com 53 pontos, cinco de vantagem sobre o Atlético Mineiro, que ainda joga contra o São Paulo em Belo Horizonte nesta 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. A Portuguesa continua na 11ª colocação, com 29 pontos. A metade inicial do primeiro tempo teve boas chances para os dois lados. Os donos da casa chegaram a pressionar os visitantes. Aos 8min, o atacante tricolor Wellington Nem foi lançado pelo volante Diguinho, apareceu sozinho na área, mas Dida defendeu sua conclusão. Gum recuou mal a bola aos 13min, o meio-campista Léo Silva tocou para o gol, e o próprio zagueiro do Fluminense salvou quase em cima da linha. O time carioca pediu pênalti de Rogério no centroavante Fred, aos 23min. Aos 3min do segundo tempo, foi a vez da equipe paulista reclamar de falta de Digão no atacante Bruno Mineiro na área. O volante Jean pegou rebote fora da área, colocou a bola no canto esquerdo de Dida e abriu o placar aos 28min. Ananias desperdiçou chance logo em seguida, e, aos 30min, Gustavo falhou na entrada da área dos donos da casa, Wellington Nem ficou sozinho na área, driblou Dida e tocou para o gol vazio. "Na hora que precisava matar o jogo, fizemos os gols", disse Fred ao canal Sportv. "A gente vai estar no voo (de volta ao Rio), mas tomara que o São Paulo ganhe do Atlético Mineiro", afirmou Wellington Nem. "Eu não vou ver o jogo, mas, se acontecer um empate ou uma derrota, vai ser bom pra gente", declarou Fred. Sábado, às 18h30, a Portuguesa enfrenta o São Paulo no Morumbi, e o Fluminense, desfalcado dos suspensos Fred e Digão, encara o Atlético Goianiense em Volta Redonda. PORTUGUESA Dida; Luis Ricardo, Rogério, Gustavo e Marcelo Cordeiro; Léo Silva, Ferdinando (Diego Viana), Moisés e Boquita; Ananias e Bruno Mineiro. Técnico: Geninho FLUMINENSE Diego Cavalieri; Bruno Vieira, Gum, Digão e Carlinhos; Edinho, Jean, Diguinho (Rafael Sobis) e Thiago Neves (Fábio Braga); Wellington Nem (Higor) e Fred. Técnico: Abel Braga Estádio: Canindé, em São Paulo Árbitro: Jailson Macedo Freitas Gols: Jean, aos 28, e Wellington Nem, aos 30min do 2º tempo Cartões amarelos: Ferdinando (P); Diguinho, Fred e Digão (F)  

continua após publicidade