Esportes

Palmeiras vê situação mais preocupante após derrota

Da Redação ·
A rodada deste fim de semana foi péssima para o Palmeiras. Se o time do técnico Luiz Felipe Scolari imaginava vencer o Atlético-MG para manter a empolgação e, assim, respirar um pouco mais no Campeonato Brasileiro (já que vinha de um importante triunfo sobre o Sport), o que se viu foi uma combinação de resultados nada bom para a equipe. A começar pela derrota de 3 a 0, neste domingo, para o rival em Belo Horizonte. Agora, o Palmeiras caiu para a 18.ª colocação, com 20 pontos, cinco atrás do Coritiba, o primeiro time fora da zona de rebaixamento. "Quando se fica mais longe dos que estão na frente, preocupa sim", declarou o meia Valdivia, que ontem sofreu bastante com a marcação adversária. "A gente lamenta, sabia que ia ser difícil jogar aqui dentro. Acho que foram erros pontuais de todo mundo", disse o chileno. "O Galo explorou bem os contra-ataques. O jogo estava de igual pra igual e eles foram melhores nisso. Aproveitaram mais as chances de gol. Agora é hora de falar pouco e trabalhar mais." O atacante Obina também lamentou os gols perdidos pelo Palmeiras. "Lutamos, mas não conseguimos o empate. Depois do segundo gol a equipe se desesperou um pouco." O próximo jogo do Palmeiras será contra o Vasco, quarta-feira, em São Januário. Felipão vai contar com a volta de Henrique, que estava suspenso neste domingo, mas perdeu o zagueiro Thiago Heleno e o volante João Vítor, que levaram o terceiro cartão amarelo. Será também a última partida sem o atacante Barcos, que defende a seleção argentina e só voltará ao time no clássico contra o Corinthians, no domingo.
continua após publicidade