Esportes

Sport vence Cruzeiro de virada e respira no Brasileirão

Da Redação ·
Em uma partida equilibrada e bastante movimentada, o Sport venceu de virada o Cruzeiro, por 2 a 1, neste domingo, na Ilha do Retiro, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar do resultado, a equipe pernambucana subiu apenas uma posição, chegando ao 17º lugar na tabela, com 22 pontos ganhos, ainda na zona de rebaixamento. Já o time mineiro manteve-se na oitava colocação, com 34 pontos. Na próxima rodada, o Sport terá mais uma chance de se aproximar do Coritiba, 16.º colocado, quando receber o Bahia, novamente na Ilha do Retiro. A partida acontece nesta quarta-feira, às 20h30. Já o Cruzeiro volta a jogar fora de casa, desta vez contra o Figueirense, no mesmo dia, mas às 19h30.

Sem o goleiro Magrão, que está machucado, os pernambucanos optaram por jogar os primeiros minutos na retranca, estudando o adversário. Depois de ter levado um gol do Cruzeiro logo no início do jogo, por um vacilo na saída de bola, o Sport não se desconcentrou e seguiu pressionando e buscando o empate. O gol do Cruzeiro foi resultado de um descuido do zagueiro Diego Ivo. Aos 9 minutos, Wellington Paulista roubou a bola e tocou para Wallyson, que avançou pela direita e chutou por baixo do goleiro Saulo, abrindo o marcador. Aos 30 minutos, após cruzamento de Diego Ivo, Hugo chutou e Edcarlos completou para as redes. O árbitro anulou, alegando impedimento.

O time da casa manteve o ritmo no ataque e chegou ao empate aos 31 minutos. William Rocha fez lançamento pela esquerda e Rithely, que estava livre de marcação, nem tentou dominar. Ele cabeceou e mandou a bola para o gol, encobrindo o goleiro Fábio. Apesar de ter pressionado mais o adversário no final do primeiro tempo e de ter tido mais chances para finalizar, o Sport não conseguiu garantir a vantagem na etapa inicial.

No segundo tempo, os pernambucanos voltaram disposto a investir em uma postura mais ofensiva. Foram cinco ataques em menos de dez minutos e a canseira deu resultado. Aos 17, Gilberto arrancou pela meia direita, tabelou com Rithely e tocou bonito na saída de Fábio, desempatando o jogo. O Cruzeiro bem que tentou responder, mas errou muito e praticamente não levou perigo ao gol adversário no segundo tempo. Em um dos poucos lances em que esteve no ataque, Anselmo Ramon ajeitou e Montillo arrematou de dentro da área, mas Saulo segurou.

FICHA TÉCNICA: SPORT 2 X 1 CRUZEIRO

SPORT - Saulo; Cicinho, Edcarlos, Diego Ivo e William Rocha (Renê); Tobi, Rivaldo, Rithely e Hugo; Gilsinho (Gilberto) e Felipe Azevedo (Willians). Técnico: Waldemar Lemos.

CRUZEIRO - Fábio; Léo, Rafael Donato (Diego Renan), Mateus e Everton; Charles, Sandro Silva, Tinga (Lucas Silva) e Montillo; Wellington Paulista e Wallyson (Anselmo Renan). Técnico: Celso Roth. GOLS - Wallyson, aos nove, e Rithely, aos 31 minutos do primeiro tempo. Gilberto, aos 17 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - André Luiz Castro (GO).

CARTÕES AMARELOS - Everton, Cicinho, Wallyson, Léo, Edcarlos, Charles, Willians, Lucas Silva.

PÚBLICO - 13.562 pagantes.

RENDA - R$ 87.475,00.

LOCAL - Estádio da Ilha do Retiro, no Recife (PE).

continua após publicidade