Esportes

Dorival se irrita e nega ofensas a jogadores do Flamengo

Da Redação ·
Se já não bastasse a derrota por 3 a 0 para o Coritiba, uma outra situação na noite de sábado irritou o técnico Dorival Júnior. O boato de que ele teria xingado os jogadores do Flamengo após a partida no Estádio Couto Pereira, válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, causou revolta no treinador, que negou ter ofendido os seus comandados. "Isso é um absurdo! Eu nunca xinguei ninguém na minha vida, ainda mais um profissional de futebol. Isso é uma irresponsabilidade. Estou há dez anos como treinador de futebol e nunca proferi um palavrão a um atleta. A pessoa que inventou isso é mentirosa e sem vergonha", reclamou. De acordo com o treinador, o Flamengo fez um jogo equilibrado com o Coritiba, mas perdeu por ter cometido erros. "Nosso time teve mais posse de bola, teve mais presença no ataque, teve transição bem definida, jogadas pelas pontas, enfim, erramos em três momentos e nos nossos erros, inoportunos, acabaram acontecendo os gols do Coritiba", disse. Dorival também reconheceu a péssima fase do Flamengo. O time carioca perdeu as últimas três partidas no Campeonato Brasileiro e também acumula cinco partidas sem vitórias. De acordo com o treinador, o time se perdeu após ser goleado por 4 a 1 pelo Internacional. Ele prometeu trabalho para recuperar o time. "Tenho que trabalhar com o grupo que está aqui e tentar tirar o máximo de cada um. Até um determinado momento estava dando certo, até que fizemos aquela partida horrível contra o Inter, em Porto Alegre. A partir daí, não nos achamos mais (na sequência, empate com o Sport e derrota para a Ponte Preta). Nós estamos deixando a desejar e isto está penalizando a equipe, conforme aconteceu hoje (ontem). A equipe já produziu mais em outros momentos, jogando com mais confiança. Vamos trabalhar e continuar acreditando sempre. E é isso que eu vou fazer", afirmou. Para o treinador, o meia Renato Abreu, que está contundido, era um ponto de equilíbrio do Flamengo e está fazendo muita falta ao time. "Não vou justificar a derrota pela ausência do Renato, mas lamentei muito a saída dele que aconteceu em um momento em que a equipe tomava uma forma. A saída do Renato foi um prejuízo muito grande para o Flamengo", comentou. Em péssimo momento, o Flamengo está em 13º lugar no Campeonato Brasileiro, com 27 pontos, mas ainda pode ser ultrapassado neste domingo pelo Santos. A equipe volta a entrar em campo na próxima quarta-feira, quando vai enfrentar exatamente o Santos, na Vila Belmiro, pela 24ª rodada.
continua após publicidade