Esportes

Após empate, Itália volta a ficar sob desconfiança

Da Redação ·
O otimismo que havia tomado conta dos italianos por causa da boa campanha da seleção na Eurocopa disputada em junho (foi vice-campeã) sofreu um baque com a péssima atuação que a equipe teve no suado empate por 2 a 2 com a Bulgária, na última sexta-feira, em Sofia, na abertura das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2014, que acontecerá no Brasil. E o técnico Cesare Prandelli admitiu neste sábado que o seu time foi muito mal. "Em dois anos de trabalho nunca tinha visto a equipe jogar de maneira tão desorganizada. Deixamos muito espaço entre a defesa e o ataque e isso nos fez sofrer. O fato de termos cedido dez escanteios deixa claro que tivemos dificuldades para nos defender". O treinador não tirou o corpo fora e considerou justas as notas baixas que recebeu dos jornais e sites. "O time não jogou bem, então é normal que todos tenham tido notas baixas, inclusive o treinador". Na Eurocopa, a Itália foi elogiada por ter mostrado um estilo de jogo mais arejado, abrindo mão da tradição de jogar na defesa e tentar o gol em um contragolpe ou em um erro do adversário. Mas contra a Bulgária o time não fez uma coisa nem outra: não tocou a bola nem soube se fechar para não correr perigo. A sorte é que a próxima partida pela competição será contra o pior time da chave - e um dos piores da Europa. Nesta terça, em Modena, a Itália receberá Malta - que ocupa a 139.ª colocação no ranking da Fifa. Mas como sabe que a equipe será cobrada para vencer por goleada e jogar bem, Prandelli exige atenção máxima de seus jogadores. "Não temos muito tempo de recuperação até o próximo jogo. Por isso é provável que eu faça algumas mudanças para dar mais fôlego ao time. Teremos de jogar com muita intensidade". Ele não poderá contar com o volante De Rossi, que teve de deixar o jogo da última sexta aos 30 minutos do segundo tempo - quando já haviam sido feitas as três substituições - por causa de dores na coxa direita. Um exame feito neste sábado constatou um estiramento que deverá manter o jogador da Roma fora de combate por um prazo de duas a três semanas. O meia Marchisio é dúvida por causa de uma pancada que levou no joelho esquerdo.
continua após publicidade