Esportes

Fifa julga em outubro coreano que exibiu faixa política

Da Redação ·
O jogador de futebol da Coreia do Sul que mostrou uma mensagem política após a disputa da medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres vai ter uma audiência sobre o sei processo disciplinar no dia 5 de outubro, anunciou a Fifa nesta sexta-feira. O veredicto vai ajudar a decidir se Park Jong-Woo receberá a medalha de bronze que o Comitê Olímpico Internacional (COI) não o entregou após o incidente em 10 de agosto.

Depois da Coreia do Sul vencer o Japão por 2 a 0 em Cardiff, Park Jong-Woo exibiu um cartaz com a inscrição "Dodko é território nosso". A ilha é alvo de disputa entre Japão e a Coreia do Sul. O COI e a Fifa proíbem a exibição de mensagens políticas por jogadores. O COI ordenou que o Comitê Olímpico Sul-Coreano garantisse que Park Jong-Woo não iria receber a medalha de bronze no Estádio de Wembley, dois dias depois. Dirigentes da Coreia do Sul disseram que a exibição não foi planejada, e que o jogador pegou a faixa depois dela ter sido atirada da arquibancada. Park Jong-Woo já foi convocado para defender a seleção principal da Coreia do Sul. O meio-campista, de 23 anos, foi chamado para a equipe que vai enfrentar o Usbequistão, em Tashkent, na próxima terça-feira, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014.

continua após publicidade