Esportes

Abel pede para Flu manter 'pés no chão' após virar líder

Da Redação ·
O Fluminense assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro ao derrotar o Santos por 3 a 1, na noite de quinta-feira, no Engenhão, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas o técnico Abel Braga ressaltou que a situação não deve causar qualquer euforia. O treinador comemorou a vantagem de 12 pontos para o primeiro time fora da zona de classificação para a próxima Libertadores - o São Paulo -, mas ressaltou que ainda há muito trabalho a ser feito. "Estamos com os pés no chão. Falta muita coisa ainda. Abrimos uma diferença grande em relação ao quinto colocado, mas isso não quer dizer que vá ser assim até o fim. É importante, mas se você perde dois jogos, os outros já encostam e você fica pressionado. O futebol se alimenta de confiança, e confiança só vem com bom resultado. Então, essa vitória de hoje é boa para todo o grupo", disse. De acordo com Abel, o segredo do sucesso do Fluminense é a união do elenco. "O grupo está se sobressaindo porque tem uma relação humana muito boa. O momento é bom e, quando isso acontece, quem entra normalmente joga bem. Você pode ter falhas, mas o jogador atua bem. É assim que a gente faz no dia a dia, tentando melhorar sempre", comentou. Abel também exaltou o desempenho dos jogadores formados nas categorias de base do Fluminense diante do Santos. Na noite de quinta-feira, os gols da equipe foram marcados exatamente por eles, com Wellington Nem, que marcou dois, e Samuel. "É legal você ganhar um jogo como esse, contra o Santos, com gols de garoto da base. Para os meninos, tem o momento oportuno. Eles estão sendo lançados num momento em que a equipe está bem. Os outros dão força, isso ajuda. Hoje tivemos o Digão, o Nem, o Samuel, o Wallace, o Fábio, todos da base. Esse momento bom deles é fruto do bom momento do time. O Nem foi fantástico hoje, jogou muito bem", afirmou. Com a vitória sobre o Santos, o Fluminense chegou aos 47 pontos, dois a mais do que o Atlético Mineiro, que tem um jogo a menos. A equipe carioca volta a entrar em campo no domingo, quando vai enfrentar o Internacional no Beira-Rio, em duelo válido pela 23ª rodada.
continua após publicidade