Esportes

Berdych surpreende Federer e fará semifinal com Murray

Da Redação ·
Em jogo encerrado no início da madrugada desta quinta-feira, Tomas Berdych desbancou o favoritismo de Roger Federer e garantiu vaga na semifinal do US Open. O checo venceu o suíço por 3 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/1), 6/4, 3/6 e 6/3, e jogará contra o britânico Andy Murray por uma vaga na decisão no Grand Slam norte-americano realizado em Nova York. Horas antes de Berdych surpreender o líder do ranking mundial, Murray derrotou o croata Marin Cilic, na última quarta-feira, também por 3 sets a 1, com 3/6, 7/6 (7/4), 6/2 e 6/0. Essa foi a quinta vitória de Berdych em 16 confrontos com Federer, que neste ano havia superado o rival no Masters 1.000 de Madri. Atual sétimo colocado do ranking mundial, o checo desta vez exibiu um jogo muito sólido diante do suíço, que foi eliminador ao cometer mais erros do que o habitual - foram 40 não-forçados, contra apenas 21 do seu adversário. Para liquidar Federer, Berdych ganhou 80% dos pontos que disputou quando encaixou o seu primeiro serviço e aproveitou cinco de 11 chances de quebrar o saque do suíço, que converteu quatro de seis break points. No terceiro set, inclusive, o checo chegou a abrir 3 a 1 e parecia que liquidaria o confronto em 3 a 0, mas permitiu uma breve reação do tenista número 1 do mundo. A partir do quarto set, entretanto, Berdych voltou a colocar pressão sobre Federer, que sucumbiu, mesmo conseguindo grandes golpes e 44 winners, contra 30 do seu rival. "Há algo no meu jogo que ele não gosta", disse o checo, ao justificar o seu triunfo, enquanto Federer lamentou a sua atuação. "Simplesmente não joguei bem, não sei o que aconteceu, mas meus golpes não foram os melhores e nunca pude entrar na partida. É uma pena, mas tenho que seguir trabalhando e ver tudo de positivo que aconteceu para mim no ano", disse o suíço. Após desbancar Federer, Berdych jogará pela primeira vez uma semifinal de US Open, sendo que só foi finalista de um Grand Slam em uma única oportunidade, na edição de 2010 de Wimbledon, na qual também surpreendeu o suíço nas quartas de final.
continua após publicidade