Esportes

Equipe vai treinar com portões abertos no Morumbi

Da Redação ·

Por Martín Fernandez SÃO PAULO, SP, 5 de setembro (Folhapress) - A pedido do presidente da CBF, José Maria Marin, o técnico Mano Menezes vai treinar com portões abertos amanhã, a partir das 16h, no estádio do Morumbi, na capital paulista. O campo será o mesmo do amistoso contra a África do Sul, às 15h45 de sexta-feira. Ontem e hoje, a seleção brasileira treinou no Centro de Treinamento das categorias de base do São Paulo, em Cotia (Grande São Paulo). Por conta de segurança, os torcedores não puderam entrar para ver os jogadores. A ideia de fazer o treino aberto faz parte da ofensiva de Marin de melhorar o time depois da medalha de prata conquistada nos Jogos Olímpicos de Londres. O passo inicial para tentar fazer as pazes com a torcida ainda não deu certo. A CBF reduziu o preço dos ingressos em relação ao que cobrou na última vez que a seleção visitou São Paulo. Em junho do ano passado, os bilhetes para Brasil x Romênia no Pacaembu custavam entre R$ 140 e R$ 500. Agora, vão de R$ 80 a R$ 300. Só isso ainda não foi suficiente para mobilizar o torcedor da maior cidade do Brasil. Até o final da tarde de ontem, apenas 26.736 dos 64.197 bilhetes postos à venda haviam sido comercializados. O segundo passo veio no discurso. "Temos que fazer de tudo para ter a torcida do nosso lado", disse o atacante Hulk. Lucas foi mais enfático. "O grupo está preparado para jogar um futebol alegre, para a frente, bonito, o tipo de futebol que o torcedor quer ver." O meia-atacante do São Paulo, aliás, será titular na sexta -uma raridade na era Mano Menezes. Convocado 20 vezes pelo técnico, Lucas só foi titular em quatro jogos, segundo a CBF.  

continua após publicidade