Esportes

Vasco quer manter o embalo no jogo contra o Náutico

Da Redação ·
Foram cinco jogos sem vitória, que custaram ao Vasco o segundo e o terceiro lugares do Campeonato Brasileiro. Mas, na última rodada, o time finalmente se recuperou e voltou a vencer: 2 a 0 sobre a Portuguesa. Nesta quarta-feira, mesmo sem os experientes Juninho Pernambucano e Felipe, lesionados, o Vasco, agora em quarto, quer manter o caminho das vitórias contra o Náutico, às 19h30, no estádio dos Aflitos, no Recife, pela 22.ª rodada. Mesmo se não vencer, o clube já está igualando um recorde: 47 rodadas consecutivas no G4, mesmo número conquistado pelo Cruzeiro em 2003 e 2004. O Vasco está entre os quatro primeiros desde a 14.ª rodada do Brasileirão do ano passado, quando venceu o Santos por 2 a 0, em São Januário. O time do técnico Cristóvão Borges brigou até o fim pelo título, perdido só na última rodada para o Corinthians. Com 38 pontos, o Vasco não pode ser alcançado nesta rodada por nenhuma equipe hoje fora do G4. No fim de semana, os cariocas terão a chance de superar a marca dos mineiros. Para isso e também para seguir na briga pelo título, uma vitória nesta quarta é essencial. Sem Juninho Pernambucano e Felipe, Cristóvão Borges terá o retorno do atacante Eder Luis. O atleta, no entanto, ainda não tem condições de atuar 90 minutos. O mesmo acontece com o equatoriano Carlos Tenório, o que não chega a ser um grande problema, já que um é suplente do outro no ataque do Vasco, ao lado de Alecsandro. Nesta quarta, o treinador deve começar o jogo mais uma vez com Tenório entre os titulares. Os cinco jogos sem vitória deixaram marcas no elenco. Até o discurso de busca pelo título foi amenizado. O volante Wendel, que marcou um dos gols na vitória sobre a Portuguesa, quer a equipe focada na classificação para a Copa Libertadores. "É o nosso primeiro objetivo. Não temos que pensar em título agora. Precisamos somar o maior número de pontos. Mas temos condições de voltar a ter o desempenho que tivemos no começo". O zagueiro Dedé, com a seleção brasileira, é outro desfalque. Em seu lugar, Cristóvão Borges vai escalar o jovem Fabrício ao lado de Douglas, também revelado pelo clube, que já vinha jogando com Dedé.
continua após publicidade