Esportes

Sem Nadal, Espanha repete equipe para encarar os EUA

Da Redação ·
Mais uma vez sem poder contar com Rafael Nadal, que se recupera de lesão, o capitão da equipe espanhola na Copa Davis, Alex Corretja, confirmou nesta terça-feira a manutenção dos mesmos tenistas do confronto anterior, contra a Áustria, no duelo que o País travará diante dos Estados Unidos, entre os dias 14 e 16 de setembro, em Gijón, pelas semifinais da Copa Davis. Com isso, David Ferrer e Nicolás Almagro foram confirmados para os jogos de simples, enquanto Marcel Granollers e Marc López acabaram novamente escalados para a partida de duplas que será travada diante dos norte-americanos na melhor de cinco duelos desta semifinal. Já Feliciano López e Pablo Andújar foram chamados por Corretja apenas para ajudar a equipe nos treinamentos em Gijón. Na última segunda-feira, Nadal revelou que a sua lesão no joelho esquerdo, mais grave do que mostravam as avaliações iniciais dos médicos, o deixará fora das quadras até novembro. Com isso, ele confirmou que não poderá encarar os norte-americanos na Davis e ainda se ausentará da temporada asiática, em outubro. Ele só teria condições de jogar ainda este ano o ATP Finals, que reúne os oito melhores tenistas da temporada, e a eventual final da Copa Davis, ambos eventos em novembro. Nesta terça, Corretja elogiou a disposição de Nadal de sempre fazer o máximo que pode para defender a Espanha na Davis, mas admitiu que desta vez o atual tenista número 3 do mundo foi vencido por problemas físicos. "Quero reconhecer Rafa Nadal pelo seu esforço para estar conosco, ele tentou de tudo, mas não pôde vir. Gostaria de reconhecer seu compromisso com a equipe", disse o capitão espanhol. Sem Nadal, a Espanha tentará garantir vaga em sua quarta final nos últimos cinco anos da Davis. Visando este objetivo, os tenistas convocados por Corretja viajarão no próximo domingo a Gijón para iniciar os treinos para o duelo com os Estados Unidos.
continua após publicidade