Esportes

Palmeiras quer lotar estádio e aumentar média de público

Da Redação ·
Ao reduzir pela metade o preço do ingresso para o jogo contra o Sport, a diretoria do Palmeiras tenta transformar o Pacaembu em um caldeirão na quinta-feira e também procura aumentar a presença do público em suas partidas como mandante pelo Brasileirão. O time tem uma média de 8.852 pagantes para cada jogo, número 26% menor do que o da média do campeonato (12.001). "A promoção dos ingressos vem para ajudar o time, que vive um momento agudo na temporada", afirmou o vice-presidente do clube, Roberto Frizzo. O dirigente afirmou que a ideia é facilitar a presença do torcedor para que incentive o time a ter uma arrancada no Brasileirão e sair da zona de rebaixamento. "Estou otimista que a torcida vai transformar o estádio em uma panela de pressão", disse. Em termos de presença da torcida, mandar os jogos no Pacaembu tem sido mais atrativo para o Palmeiras do que na Arena Barueri. Nos quatro jogos realizados na capital, a média de público foi de 12.241, quase o dobro dos 6.916 de quando entrou em campo no estádio da grande São Paulo. Para a partida contra o Sport os preços da arquibancada e do tobogã foram reduzidos pela metade em relação à partida diante do Grêmio. De R$ 40, o ingresso para os setores caíram para R$ 20. A meia-entrada sai por R$ 10.
continua após publicidade