Esportes

Kohlscreiber elimina Isner na madrugada de Nova York

Da Redação ·
Uma das esperanças da torcida local, o norte-americano John Isner se despediu do US Open na madrugada desta segunda-feira, ao ser eliminado pelo alemão Philipp Kohlscreiber. O duelo, que valeu vaga nas oitavas de final, foi encerrado somente às 2h26 no horário local (3h26 em Brasília), depois de uma batalha de cinco sets. Kohlscreiber levou a melhor pelo placar de 3 a 2, com parciais de 6/4, 3/6, 4/6, 6/3 e 6/4, em um duelo de 3h20min de duração. Ao ser finalizada às 2h26 da madrugada, a partida igualou o recorde do duelo entre Mats Wilander e Mikael Pernfors, que haviam protagonizado o jogo com o final mais tarde da programação, pela segunda rodada da edição do US Open de 1993. O alemão superou Isner ao mostrar grande disciplina tática, principalmente no início, e forte consistência no fundo de quadra. Assim, desbancou o potente saque rival e venceu o set inicial, para decepção das arquibancadas da Arthur Ashe Stadium, a quadra central do Grand Slam americano. Kohlscreiber, no entanto, não conseguiu manter o ritmo nas duas parciais seguintes e sucumbiu à força do americano - foram 22 aces e 62 bolas vencedoras em toda a partida. Depois da virada, Isner teve dificuldade para repetir o bom aproveitamento nos fundamentos e viu o alemão crescer em quadra novamente. Desconcentrado, o americano foi aos vestiários no início do quinto set para trocar de roupa, ensopada de suor. O intervalo, de 8 minutos, não o ajudou. Isner se irritou com marcações do árbitro brasileiro Carlos Bernardes e dos juízes de linha em três pontos diferentes. Kohlscreiber, então, aproveitou o momento favorável e se impôs em quadra para garantir a vitória. Nas oitavas de final, o tenista da Alemanha vai enfrentar o sérvio Janko Tipsarevic, atual número oito do mundo, nesta terça-feira.
continua após publicidade