Esportes

Button admite tranquilidade em vitória na Bélgica

Da Redação ·
Jenson Button liderou de ponta a ponta o GP da Bélgica deste domingo e conseguiu uma tranquila vitória, sua segunda no Mundial. O próprio piloto da McLaren admitiu que teve facilidade para subir no lugar mais alto do pódio, muito em função do acidente do início da prova, que tirou Fernando Alonso, Sergio Pérez, Lewis Hamilton e Romain Grosjean. "Para mim foi tudo muito bom. Dito isso, sem conseguir uma boa coleta de dados na sexta-feira (quando choveu muito na segunda sessão do treino livre), parecia inicialmente que seria uma corrida difícil. Mas, com as confusões, foi o oposto. Foi incomum conseguir uma corrida com estratégia de uma parada nos boxes", declarou. A vitória levou Button aos 101 pontos, na sexta colocação, ainda muito longe do líder do Mundial, Fernando Alonso, que tem 164. O inglês confirmou que será difícil tirar esta diferença nas últimas oito etapas do calendário, mas disse que segue sonhando com o título enquanto tiver chances matemáticas. "Precisamos marcar muitos pontos e hoje (domingo) era exatamente o que tínhamos em vista. Sou um 'jogador de equipe', luto pela equipe. Quero que possamos vencer os dois campeonatos mundiais (de pilotos e construtores) e, enquanto puder lutar matematicamente pelo de pilotos, não vou desistir. Acho que mostrei isso hoje", comentou. Companheiro de Button na McLaren, Hamilton lamentou o acidente em que esteve envolvido, que o tirou da prova logo na largada. "Não quero falar sobre o que aconteceu na largada, acho que todo mundo viu, é uma pena. O dia não foi muito bom para minhas esperanças no campeonato, mas com certeza não desistirei", afirmou.
continua após publicidade