Esportes

Flu empata com Figueirense e perde chance de liderar

Da Redação ·
O Fluminense deixou escapar a possibilidade de liderar do Campeonato Brasileiro ao empatar com o Figueirense na noite deste sábado, em Florianópolis, por 2 a 2. O time de Abel Braga, que não pôde contar com o atacante Fred, suspenso, abriu dois gols de vantagem no segundo tempo, relaxou e permitiu o empate da equipe catarinense. Digão e Rafael Sóbis marcaram para os cariocas, enquanto Aloísio e João Paulo igualaram o placar. O Fluminense termina a 21ª rodada do Campeonato Brasileiro na vice-liderança, com 44 pontos e o Figueirense como lanterna, com 15. O time carioca volta a atuar na próxima quinta-feira, diante do Santos, no Engenhão, enquanto os catarinenses enfrentam o Corinthians, um dia antes, em casa. Embora sem balançar as redes, a bola não teve trégua no primeiro tempo. Jogo dinâmico com as duas equipes em uma disputa equilibrada. O Fluminense começou mais ousado, com mais domínio e eficiência no passe. Os atacantes Rafael Sóbis e Samuel foram sempre opções de finalizações da jogadas ofensivas, em maioria, originadas das laterais. O Figueirense conseguia responder às investidas do tricolor, mas ficou preso na forte marcação com os atacantes Aloísio e Caio sempre isolados na frente. O equilíbrio também ficou evidenciado nas chances. Aos 21 minutos, o meia Jackson deu um giro e serviu para Caio fazer uma assistência para Túlio quase surpreender o goleiro Diego Cavalieri de cabeça. O Fluminense respondeu aos 27, com Wellington Nem, em chute forte contra a zaga. Três minutos depois, Samuel carimbou a trave do goleiro Wilson. Na trave também foi o chute de Aloísio aos 34. Ele cruzou, a bola desviou em Jean e parou no travessão. Com jogadas de triangulação, sua principal característica, o Fluminense fechou o primeiro tempo impondo pressão ao adversário. E na etapa final, a configuração da partida mudou a partir do primeiro minuto após o gol de Digão. O zagueiro pegou um desviou de Samuel na área, após escanteio cobrado por Wagner, e tocou, de cabeça, para o fundo da rede. Rafael Sóbis também fez o seu e o segundo do Fluminense aos sete minutos. Bruno serviu Sóbis que, dentro da área, não teve dificuldades em bater forte e vencer o goleiro Wilson. Intranquilo e com erros de passes frequentes - foram 22 nos primeiros dez minutos do período - o Figueirense demorou para se recuperar, mas aos poucos buscou forças para reagir. E foi com jogada pela lateral direita com Elsinho que Aloísio finalmente levantou a torcida no estádio Orlando Scarpelli. Ele recebeu um cruzamento na medida e, de cabeça, fez bater a bola na trave para depois entrar. O mesmo Aloísio fintou na área aos 33 minutos, meteu uma bomba para a defesa do goleiro Cavalieri que deu sobra. Entre tentativas de Almir e Caio, a bola sobrou para Aloísio marcar, mas foi marcado impedimento. A torcida da casa foi ao delírio aos 41 minutos após cobrança de falta, perfeita, do zagueiro João Paulo. Um gol de extrema categoria decretou o empate. Com o jogo aberto, coube ao Fluminense efetuar a última finalização aos 47 minutos com Jean chutando forte na trave.

FICHA TÉCNICA


FIGUEIRENSE 2 x 2 FLUMINENSE


FIGUEIRENSE - Wilson; Elsinho, João Paulo, Edson Henrique e Hélder; Jackson, Túlio, Claudinei (Almir) e Fernandes; Caio (Jean Deretti) e Aloísio. Técnico: Márcio Goiano.


FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Bruno, Digão, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Jean e Wagner (Higor); Wellington Nem (Diguinho), Rafael Sobis (Mateus) e Samuel. Técnico: Abel Braga.


GOLS - Digão, a 1, Rafael Sobis, aos 7, Aloísio, aos 22, e João Paulo, aos 41 minutos do segundo tempo.


CARTÕES AMARELOS - Edson e João Paulo (Figueirense); Leandro Euzébio, Digão e Bruno Vieira (Fluminense).


ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG).


RENDA - R$ 195.770,00.


PÚBLICO - 8.943 pagantes (9.266 no total).


LOCAL - Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).

continua após publicidade