Esportes

Em crise, time carioca mira reabilitação em casa

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 31 de agosto (Folhapress) - Sem vencer há cinco rodadas e derrotado em seus últimos três compromissos, o Vasco só pensa na vitória contra a Portuguesa, amanhã, às 21h, em São Januário, pela 21ª rodada do Brasileiro.

Antes candidato ao título, o Vasco agora é apenas o quarto colocado, com 35 pontos, nove atrás do líder Atlético-MG e cinco atrás do Grêmio, que é terceiro. Um novo tropeço nesta rodada e o time carioca poderá sair da zona de classificação à Libertadores-2013 -quinto colocado, o São Paulo está apenas um ponto atrás da equipe cruzmaltina.

A última vitória vascaína no Nacional aconteceu no último dia 8, contra o Sport, em Recife. Depois, perdeu para Atlético-MG (1 a 0, fora de casa), empatou com o Coritiba (2 a 2, no Rio), e sofreu derrotas em sequência para Flamengo (1 a 0), Fluminense (2 a 1) e Grêmio (2 a 0, em Porto Alegre).

De volta a São Januário, o Vasco pretende aproveitar o apoio da torcida para voltar a vencer. Apesar de o rival de amanhã estar longe das primeiras posições, o técnico Cristóvão Borges é cauteloso ao falar sobre a partida.

"A Portuguesa tem mostrado que é forte, vem vencendo alguns jogos e precisamos de muito cuidado para não sermos surpreendidos de novo", afirmou o treinador, que mais uma vez não poderá contar com o atacante Eder Luis, lesionado.

Assim, o atacante William Barbio pode ser mantido entre os titulares, mas Cristóvão cogitar escalar o meia Felipe e deixar Alecsandro como único homem de frente. Após cumprir suspensão, o veterano Juninho está confirmado para a partida.

Com 25 pontos, a Portuguesa ocupa a 13ª posição e vem embalada pela vitória por 3 a 0 sobre o Palmeiras, anteontem, no Canindé. O técnico Geninho não poderá contar com Ananias, Ferdinando e Moisés, suspensos.



VASCO

Fernando Prass; Auremir, Dedé, Douglas e William Matheus; Nilton, Wendel, Juninho e Carlos Alberto; William Barbio (Felipe) e Alecsandro. Técnico: Cristovão Borges



PORTUGUESA

Dida; Luis Ricardo, Gustavo, Valdomiro e Rogério; Léo Silva, Boquita, Diguinho e Maylson (Michael); Bruno Mineiro e Diego Viana. Técnico: Geninho



Estádio: São Januário, no Rio

Horário: 21h (de Brasília)

Árbitro: Heber Roberto Lopes
 

continua após publicidade