Esportes

Atlético de Madri goleia Chelsea e vence a Supercopa

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 30 de agosto (Folhapress) - O Atlético de Madri atropelou o Chelsea por 4 a 1, no estádio Louis II, em Mônaco, e faturou a Supercopa da Europa. O grande destaque foi o atacante Falcao Garcia, autor de três gols do time espanhol. A competição reúne os vencedores da Copa dos Campeões (Chelsea) e da Liga Europa (Atlético) da temporada. Esta foi a segunda vez que o Atlético de Madri levantou o troféu. O clube já havia o conquistado em 2010, quando superou a Inter de Milão. O Chelsea teve mais posse de bola no primeiro tempo, mas finalizou menos. O Atlético de Madrid chutou 11 bolas ao gol de Cech. O time inglês concluiu em apenas cinco oportunidades. Logo aos 2min, o atacante colombiano Falcao García já mostrou do que seria capaz. De carrinho, ele mandou no travessão da equipe londrina. Quatro minutos depois, ele não perdoou. O colombiano foi acionado na área, esperou Cech cair e tocou por cima do arqueiro. O clube espanhol continuou melhor e não tardou para ampliar a vantagem. Aos 18min, Falcao aproveitou a bobeada de David Luiz, parou à frente de Cole e colocou no ângulo de Cech. O volante Gabi teve a chance de marcar o terceiro, aos 27min, mas Cech evitou o tento. Sete minutos mais tarde, uma furada bisonha de Lopez e a trave salvaram o Chelsea. Falcao cabeceou na trave direita do time inglês. Mas ninguém era páreo para o atacante colombiano. Aos 44min, Turán o serviu na área, ele limpou Ramires e chutou cruzado para fazer inacreditáveis 3 a 0, ainda na etapa inicial. No segundo tempo, o técnico do Chelsea, Roberto Di Matteo, colocou o meia brasileiro Oscar no lugar do compatriota Ramires. Mas quem brilhou foi outro brasileiro. O ex-são-paulino Miranda aproveitou uma sobra na área e tocou por cobertura para confirmar a goleada. Pela quarta oportunidade consecutiva, a Supercopa foi erguida por um time espanhol. Desde 2009, Barcelona e Atlético se revezam na condição de campeão da competição. Com sede fixa em Mônaco desde 1998, a Supercopa passará a ser disputada em outros locais a partir do ano que vem.  

continua após publicidade