Esportes

Cristóvão admite sorte, mas comemora vitória do Vasco

Da Redação ·
A vitória por 1 a 0 sobre o Atlético Goianiense, domingo, no Estádio de São Januário, garantiu ao Vasco a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, mas deixou o técnico Cristóvão Borges insatisfeito. O treinador reconheceu que o time teve atuação ruim diante do lanterna do torneio e contou com a sorte para não tropeçar em casa. "Sem a menor dúvida o Vasco saiu no lucro. O objetivo era a vitória. Nós queríamos jogar melhor do que fizemos no segundo tempo. Fomos um pouco melhores no primeiro tempo, mas ainda longe do nosso potencial. Temos um monte de problemas", comentou o treinador, ressaltando que o time sofreu com as ausências de Fagner, Renato Silva, Fellipe Bastos, Eduardo Costa e Eder Luís. Diante de tantos desfalques, o treinador vascaíno ressaltou que o fundamental foi conquistar a vitória. "Mais importante do que qualquer coisa seria a vitória. Claro que a gente não quer ganhar jogando dessa maneira. Queremos ganhar jogando bem, temos bem mais potencial para isso", disse. Com a vitória sobre o Atlético-GO, o Vasco chegou aos 20 pontos, na segunda colocação no Campeonato Brasileiro, com dois a menos do que o líder Atlético Mineiro. O time volta a entrar em campo na quarta-feira, fora de casa, contra o São Paulo, no Morumbi.
continua após publicidade