Esportes

Corinthians renova contrato com Ralf e Paulinho

Da Redação ·
Apontada como principal responsável pelo sucesso recente do Corinthians, a dupla de volantes da equipe não será desfeita, pelo menos por enquanto. Nesta sexta-feira, a diretoria confirmou as renovações de contrato de Ralf e Paulinho, que receberam aumento salarial e assinaram novo vínculo com o clube até o fim da temporada 2015. Entre os dois, a situação de Paulinho era a que mais preocupava, já que o volante vinha sendo alvo de constantes investidas da Inter de Milão, que estaria disposta a pagar 8,5 milhões de euros (R$ 21,1 milhões) pelo jogador. Ele mesmo admitiu que recebeu uma proposta, mas garantiu que o desejo de permanecer no Corinthians foi maior. "Para mim houve proposta, mas prefiro deixar em sigilo. Claro que na Europa seria totalmente diferente, abri mão de algumas coisas, mas tem de estar feliz, contente. Quando tomar a decisão, não pode ser para se arrepender. Quero fazer bons jogos para chegar à seleção. Abri mão de alguma coisa financeira, mas com a certeza de que vai valer à pena", afirmou. Mesmo sem a confirmação de nenhuma proposta, Ralf também vinha sendo alvo de diversas especulações. Como seu companheiro, ele admitiu que precisou abrir mão da parte financeira para permanecer, mas apontou que o esforço demonstrado pelo clube foi fundamental em sua decisão. "A gente ficou muito feliz com o esforço que a diretoria fez para nos manter, não mediu esforço. Aqui estamos adaptados, contamos com o respeito e o carinho de todos, só temos a conquistar mais coisas", comentou. "Não foi só o lado financeiro que fez a gente ficar, mas o respeito, o carinho. Temos que pensar na família também e dinheiro não traz felicidade", completou. Ralf e Paulinho chegaram ao Corinthians em 2010, logo assumiram a titularidade da equipe e passaram a se destacar. Apontados hoje como "a melhor dupla de volantes do Brasil", os dois já escreveram seus nomes na história do clube, ao serem fundamentais na conquista do primeiro título de Libertadores. "Espero que seja o primeiro de muitos da Libertadores", comentou Ralf. "Entrar para a história é importante, conquistar a Libertadores tão sonhada por todos. Agora sabemos dessa história e que ficamos marcados", disse Paulinho.
continua após publicidade