Esportes

Atlético-MG decepciona e só empata com o Bahia

Da Redação ·
continua após publicidade
continua após publicidade
Na presença de Ronaldinho Gaúcho, que não pôde estrear e ficou apenas na torcida, o Atlético-MG decepcionou a torcida, que compareceu em bom número à Arena Independência, ao ceder o empate ao Bahia, em 1 a 1, e encerrar a sequência de duas vitórias no Campeonato Brasileiro. O time baiano, que segue sem vencer na competição, ao menos arrancou um ponto fora de casa.
 
Com o tropeço diante da torcida, que festejou a presença de Ronaldinho Gaúcho no estádio, o Atlético, que vinha de vitória sobre Ponte Preta e Corinthians, foi a sete pontos em nove disputados. O Bahia, que sofreu uma derrota e empatou duas vezes, chegou a dois pontos.
 
Depois de encontrar dificuldade no primeiro tempo, o Atlético abriu o placar no início da etapa final com o estreante Jô. Porém, o Bahia reagiu e empatou com o volante Fahel. O resultado frustrou a torcida atleticana, que espera uma festa completa com a presença de Ronaldinho Gaúcho.
 
Contratado na segunda-feira passada, Ronaldinho Gaúcho não foi inscrito na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a tempo de enfrentar o Bahia, mas foi ao Independência acompanhar a partida. O meia-atacante, que teve sua situação legalizada nesta quarta-feira, poderá estrear diante do Palmeiras, no próximo sábado, no Pacaembu.
 
No primeiro tempo, o Atlético foi melhor, controlou a partida, mas chegou poucas vezes ao gol adversário. O Bahia adotou forte marcação e conseguiu parar o atacante atleticano, mas não aproveitou os poucos contra-ataques que teve.
 
O estreante Jô movimentou-se bastante e protagonizou bons momentos. Substituto de André, que cumpriu suspensão nesta quarta-feira, o atacante pediu um pênalti no início da partida, num lance em que caiu na área. Na sequência, Escudero quase abriu o placar.
 
Se não agradou a torcida na etapa inicial, o Atlético voltou melhor no segundo tempo e foi para cima do Bahia. Aos 2min, Escudero lançou Jô, que dominou e tocou na saída do goleiro Omar. Porém, a arbitragem assinalou impedimento do atacante no lance.
 
Logo em seguida, o árbitro marcou pênalti para o Atlético, em lance entre o zagueiro Titi e o lateral Marcos Rocha. Com personalidade, Jô pegou a bola e não decepcionou. O atacante bateu no canto direito, enquanto o goleiro Omar caiu para o lado esquerdo.
 
O Bahia não se abateu com a desvantagem e passou a encarar os donos da casa. O time baiano chegou ao empate aos 26min com Fahel. O volante recebeu na entrada da área e acertou o ângulo esquerdo do goleiro Giovanni.
 
Depois de sofrer o empate, o técnico Cuca promoveu a entrada de mais dois atacantes: Juninho, outro estreante da noite, e o jovem Paulo Henrique. O Atlético foi para cima do adversário e pressionou bastante nos minutos finais, mas não conseguiu sair do empate.