Esportes

Disfarçado” de Restart, Neymar causa em aeroporto dos EUA

Da Redação ·
continua após publicidade
Em quase todo lugar que Neymar chega ele é tratado como rei. Isso mesmo, em quase todos. No desembarque nos Estados Unidos, onde aguarda a delegação brasileira para amistoso, o tratamento dispensado ao craque santista foi diferente.
Para evitar o assédio no aeroporto John F. Kennedy, em Washington, capital dos EUA, Neymar teria tentado “furar fila” e desembarcar junto com a tripulação do avião. A tentativa, no entanto, foi frustrada pela segurança do JFK.
Turistas brasileiros que estavam no aeroporto alertaram agentes da imigração sobre quem era o “furão”. Uma pessoa que estava com o grupo disse ao norte-americano que Neymar era o melhor jogador do mundo, mas recebeu uma resposta bastante firme.
— O melhor jogador do mundo é o Pelé. Se não for Pelé, não entra na frente.
Apesar de tentar evitar os fãs “furando fila”, Neymar, após ser barrado, tirou fotos e deu autógrafos aos torcedores que o encontraram no aeroporto. O jogador não comentou a suposta ocorrência em solo americano, mas postou foto dele "à la Restart" no aeroporto em seu perfil no Twitter.
— Cheguei!! Washington.