Esportes

Ricardinho está na pré - lista de inscritos na disputa da Liga Mundial

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Ricardinho está na pré - lista de inscritos na disputa da Liga Mundial
fonte:
Ricardinho está na pré - lista de inscritos na disputa da Liga Mundial
continua após publicidade
Ricardinho pode voltar à seleção brasileira de vôlei para disputar a Liga Mundial, no dia 18 de maio. O técnico Bernadinho resolveu pensar sobre o assunto, depois de tantos pedidos para a volta do levantador para o time. O jogador está na pré-lista de inscritos na competição, divulgada nesta segunda-feira, no site oficial da Federação Internacional de Vôlei (FIVB), e fará parte dos treinos com o grupo em Saquarema. O Brasil está no grupo B, ao lado de Canadá, Finlândia e Polônia. De acordo com a CBV, desta pré-lista, vinte nomes serão inscritos na Liga Mundial. Destes, Bernardinho terá de escolher 14 jogadores para a disputa de cada fase da competição. Por conta da proximidade com os Jogos Olímpicos de Londres e para evitar desgastes e lesões, o técnico deverá usar boa parte do grupo. Ricardinho está fora da seleção brasileira desde 2007. Em julho daquele ano, o levantador, campeão olímpico em Atenas-2004, foi cortado do grupo que iria disputar os Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Na época, Bernardinho alegou problemas de relacionamento do jogador com os companheiros. Em 2010, pouco antes de voltar para o Brasil, Ricardinho também foi incluído na pré-lista da Liga Mundial, mas sequer treinou com o grupo. Nos últimos meses, por conta das boas exibições com o Vôlei Futuro, a torcida passou a pedir o retorno do levantador para a seleção. O jogador, porém, disse não acreditar na convocação. "São cinco anos fora, e é complicado entrar no ritmo de ciclo olímpico, como eles estão. Conheço bem o Bernardo e sei dessa filosofia dele de ser fiel ao jogador. Para ele, não depende do momento do cara. Por isso eu acho improvável" disse, antes da final da Superliga, vencida pelo Cruzeiro. Ao saber do interesse de Ricardinho de voltar à seleção, Bernardinho disse que iria pensar sobre o caso, mas não deu garantias sobre o retorno do levantador. "Todo jogador brasileiro tem que ter a intenção de estar na seleção. É um anseio natural e que vai ser considerado. Não vi o que ele falou, mas soube da declaração. Mas essa é uma decisão mais complexa. As portas nunca estão fechadas para ninguém. Nunca estiveram. Estão abertas, mas não cabe todo mundo (na seleção). Então, as decisões vão ser tomadas. Temos ótimos jogadores" finalizou o técnico.