Esportes

Para Felipão, queda palmeirense está relacionada à parte psicológica

Da Redação ·
“A queda de rendimento é muito mais psicológica pela aproximação do resultado cobrado por todos
“A queda de rendimento é muito mais psicológica pela aproximação do resultado cobrado por todos

Depois de chegar a 22 jogos sem perder, o Palmeiras tem retrospecto de três derrotas, um empate e uma vitória nas últimas cinco partidas. Próximo das fases decisivas do Paulista e Copa do Brasil e vindo de um empate em casa diante do rebaixado Comercial, com dois jogadores a mais, o técnico Luiz Felipe Scolari considera que a queda de sua equipe está relacionada à parte psicológica.

continua após publicidade

“A queda de rendimento é muito mais psicológica pela aproximação do resultado cobrado por todos. O atleta se ressente dessa situação e não produz o que vinha produzindo. A função do técnico é trabalhar em cima dos resultados ruins para ter estabilidade  maior. Não só pelo lado emocional, tem também o lado técnico, que estamos concedendo ao adversário situações que não aconteciam em jogos anteriores. Estamos errando um pouco mais na hora dos gols do que antes”, constatou.

continua após publicidade

“Nossa queda provavelmente esteja relacionada pelo aspecto de aproximação da chegada às finais, a pressão que temos para chegar e passar nas finais. Nos últimos quatro ou cinco jogos aqui, somamos três ou quatro pontos. Se jogasse com tranquilidade, pode ser que volte a ser como antes”, acrescentou.

continua após publicidade

Com informações da gazetaesportiva.net