Esportes

Torcedor baleado na cabeça está em estado gravíssimo, diz hospital em SP

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Torcedor baleado na cabeça está em estado gravíssimo, diz hospital em SP
fonte:
Torcedor baleado na cabeça está em estado gravíssimo, diz hospital em SP

Um torcedor de 21 anos baleado na cabeça durante a briga entre corintianos e palmeirenses, na manhã deste domingo (25), na Zona Norte de São Paulo, está internado em estado gravíssimo no Hospital da Vila Nova Cachoeirinha. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual da Saúde de SP, a vítima está inconsciente e corre risco de morrer. O nome do rapaz, o time e a torcida que ele integra não foram divulgados. Integrantes da Mancha Alvi Verde, uma das organizadas do Palmeiras, estão informando nas redes sociais na internet que o jovem baleado pertence à sua torcida.

continua após publicidade

O confronto, que reuniu quase 300 torcedores, entre corintianos e palmeirenses, de acordo com a Polícia Militar, ocorreu por volta das 10h na região da Avenida Inajar de Souza, na Freguesia do Ó, Zona Norte da capital. A Polícia Militar interveio e prendeu dois torcedores palmeirenses suspeitos de participar do conflito que deixou dois baleados no total, e pelo menos cinco feridos por paus, barras de ferro e pedras.


Dentro do Pacaembu, onde os dois times jogaram pelo Campeonato Paulista de Futebol, o clima estava tenso, com embates de palmeirenses e corintianos com a PM. O mais grave ocorreu entre torcedores do Corinthians, que passaram a brigar entre si na curva do setor verde, próximo ao portão principal do Pacaembu.

continua após publicidade

Conflito agendado
O conflito teria sido agendado pela internet, segundo torcedores que conversaram com o G1 sem se identificar. A Polícia Civil irá investigar o caso que foi registrado no 72º Distrito Policial, na Vila Penteado, Zona Norte.

Além desse rapaz de 21 anos baleado na cabeça, outro torcedor, um jovem de 23 anos, também foi ferido por disparo de arma de fogo na confusão. Ele foi atingido na bacia e passa por cirurgia no mesmo hospital, o Vila Nova Cachoeirinha. A terceira pessoa internada nessa unidade médica é um torcedor de 27 anos, que teve traumatismo craniano após ser atingido por uma barra de ferro. Ele passa por avaliação.


Os outros quatro feridos seguiram para o Hospital São Camilo, na Pompéia, na Zona Oeste. Dois feridos leves foram liberados. Outros dois, com traumatismo na cabeça, estão sendo avaliados pela equipe médica.

Prisão de suspeitos
Os dois suspeitos presos estavam num carro abordado pela Polícia Militar. Outros três palmeirenses que estavam no veículo conseguiram fugir e são procurados. "Por volta das 10h, a PM recebeu chamado de tumulto na Avenida Inajar de Souza. A PM foi para lá e 50 pessoas, entre corintianos e palmeirenses, se confrontavam perto do Terminal Vila Nova Cachoeirinha", disse o major Soffner. "Foram deslocadas as forças da PM de toda a cidade para os principais corredores e antecipamos o policiamento na cidade, por conta do jogo, que começaria meio-dia".