Esportes

Corinthians vence e assume a liderança de seu grupo na Libertadores

Da Redação ·
Aos 35 minutos, em falta cobrado por Alex, Danilo subiu livre dentro da área e desviou de cabeça para o gol, sem chances para a defesa de Corona
fonte: Arquivo
Aos 35 minutos, em falta cobrado por Alex, Danilo subiu livre dentro da área e desviou de cabeça para o gol, sem chances para a defesa de Corona

Com outro gol decisivo do meia Danilo, o Corinthians venceu o Cruz Azul por 1 a 0 nesta quarta-feira no Estádio do Pacaembu e assumiu a liderança do Grupo 6 da Copa Santander Libertadores. A equipe do técnico Tite ultrapassou o time do México por um ponto de diferença.

continua após publicidade
continua após publicidade

No embalo de sua torcida, o Corinthians começou a partida pressionando a saída de bola do adversário mexicano. A primeira chance de gol corintiana surgiu com Alex que aproveitou rebote de dividida de Paulinho e chutou para a defesa de Corona.

Entretanto, o Cruz Azul conseguiu manter a posse de bola e evitar que o Timão pressionasse sua defesa. Liedson, tentou encontrar espaços e acabar com seu jejum de gols. Aos 16 minutos, o centroavante resolveu arriscar um chute de longe, a bola passou raspando o ângulo e saiu.

continua após publicidade

O Corinthians volta a campo no domingo, às 16h, para o clássico contra o Palmeiras, no Pacaembu em partida válida pelo Paulistão Chevrolet. Já pela Copa Libertadores, o Timão jogará no dia 11/4, contra o Nacional do Paraguai, fora de casa.

continua após publicidade

A chance mais perigoso do Cruz Azul na primeira etapa foi com um velho conhecido da torcida brasileira: o atacante Edixon Perea, com passagem pelo Grêmio, que recebeu bola desviada e tentou tocar na saída do goleiro Julio Cesar, mas para alívio dos corintianos, a bola passou por cima do gol.

continua após publicidade

Não demorou muito para o Timão reagir. Aos 35 minutos, em falta cobrado por Alex, Danilo subiu livre dentro da área e desviou de cabeça para o gol, sem chances para a defesa de Corona. Até o final dos 45 minutos iniciais, o jogo foi controlado pelo time da casa.

continua após publicidade

Na volta do intervalo, o Corinthians se empolgou e nos primeiros seis minutos da segunda etapa, criou duas belas chances de gol, novamente salvas por Corona. A primeira com Fábio Santos, que recebeu passe após tabela na frente da área e tentou tocar para o gol, porém o goleiro do Cruz Azul impediu que o placar fosse ampliado. Logo depois, Paulinho dominou lançamento da defesa e bateu de primeira para o gol, no entanto, Corona defendeu.

continua após publicidade

A partir daí o Corinthians dominou ainda mais a partida. Os chutes de fora da área foram muito utilizados pelo ataque da equipe de Parque São Jorge. Alex e Danilo arriscaram de longe, para defesas do goleiro do time mexicano.

continua após publicidade

Aos 15 minutos, Jorge Henrique fez grande jogada individual e chutou firme, no canto de Corona, que mais uma vez chegou na bola e salvou sua equipe.

continua após publicidade

O jogo melhorou mais ainda para o Timão quando Pinto levou o segundo amarelo e foi expulso de campo, deixando seu time com um a menos.

continua após publicidade

Na primeira chance clara após a expulsão, Emerson foi lançado por Danilo, mas a jogada parou novamente nas mãos do arqueiro mexicano, destaque absoluto da equipe visitante.

Mas o Cruz Azul ainda chegou com perigo. Em cruzamento para a área, Villa subiu e cabeceou para gol. A bola foi para fora levando perigo ao gol de Julio Cesar. Nõa demorou muito e o Timão tomou outros dois sustos: Primeiro com Villa que entrou na área em velocidade e acertou uma bomba na trave, logo em sguida Maranhão arriscou de longe e o goleiro do Corinthians espalmou para escanteio.

O sufoco no fim da partida não era esperado, mas mesmo assim, a partida acabou com a vitória corintiana, novamente decidida por Danilo. O gol do meia levou seu time à liderança do grupo 6 da Copa Libertadores.

A equipe de Tite volta a campo no domingo, às 16h, para o clássico contra o Palmeiras, no Pacaembu em partida válida pelo Paulistão Chevrolet. Já pela Copa Libertadores, o Timão jogará no dia 11/4, contra o Nacional do Paraguai, fora de casa.