Esportes

Por taça e apoio da torcida, Seleção Brasileira enfrenta hoje a Argentina

Da Redação ·
Neymar terá a companhia de Borges e Ronaldinho Gaúcho no ataque da seleção
fonte: AE/IG
Neymar terá a companhia de Borges e Ronaldinho Gaúcho no ataque da seleção

Jogar em casa não foi tarefa fácil para a seleção de Mano Menezes até agora. Nas únicas duas partidas no Brasil, o técnico e os jogadores sentiram a pressão da torcida e saíram de campo sob vaias. Nesta quarta-feira, às 21h 50, a seleção brasileira tem a chance de apagar essa imagem atuando em Belém contra a Argentina.

continua após publicidade

De sobra, tentará levantar uma taça. Para isso, precisa vencer o jogo no tempo normal ou na disputa de pênaltis, caso o jogo termine empatado. O primeiro, há duas semanas, em Córdoba, acabou 0 a 0.

continua após publicidade

A decisão do Superclássico das Américas marcará também um novo teste para o time de Mano, que ainda não venceu nenhuma grande equipe do futebol mundial. Apenas com jogadores que atuam nos dois países, o Brasil tem mais atletas que vem sendo convocados para a seleção principal, casos de Ronaldinho, Neymar e Lucas, do que o rival.

continua após publicidade

Com o futebol argentino passando por uma crise econômica, o técnico Alejandro Sabella chamou Montillo, Guiñazu e Bolatti, que atuam no Brasil. Principal astro em atividade no país, Riquelme acabou sendo cortado do time.

continua após publicidade

Gaúcho e santistas
Sem Leandro Damião, lesionado, Mano Menezes mudará o ataque da seleção mais uma vez. O santista Borges ganhará uma chance no time ao lado de Neymar e Ronaldinho Gaúcho.

continua após publicidade

"Minha escolha pelo Borges é porque eu estou trazendo o Borges para esse jogo contra a Argentina só, para os dois outros jogos vamos com o Fred. Então, gostaria de aproveitar essa oportunidade de vê-lo com a camisa da seleção, porque ele está em uma fase muito boa. O Fred vai ter oportunidade de jogar contra a Costa Rica e México lá na frente, então ele não vai perder nada com isso", argumentou Mano, em entrevista coletiva na véspera do jogo.

Lucas, chamado desde o início do ano, deverá ter a sua primeira oportunidade como titular. "A entrada do Lucas é uma possibilidade que eu vinha estudando há muito tempo, vamos armar a equipe diferente taticamente para poder trabalhar a característica que eu acredito que seja a melhor dele. Vamos prender um pouquinho mais um lado, soltar o outro, para haver essa compensação e vamos ver como é que fica para ver no jogo se as coisas funcionam bem", disse o técnico.

FICHA TÉCNICA: BRASIL x ARGENTINA
Local: Estádio Mangueirão – Belém do Pará
Data: 28 de setembro de 2011
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai)
Assistentes: Pablo Fandiño (Uruguai), Mauricio Espinosa (Uruguai) e Marcelo Lima (Brasil)

BRASIL: Jefferson; Danilo, Réver, Dedé e Cortês; Ralf, Rômulo e Lucas; Ronaldinho Gaúcho, Neymar e Borges - Técnico: Mano Menezes
ARGENTINA: Orion; Cellay, Domínguez, Desábato; Pillud, Augusto Fernández, Canteros, Guiñazú o Montillo, Papa; Mouche e Viatri - Técnico: Alejandro Sabella