Esportes

Corinthians perde de virada para o Santos e deixa liderança após 17 rodadas

Da Redação ·
Artilheiro do Brasileirão, Borges comemora seu 17º gol no torneio
fonte: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press
Artilheiro do Brasileirão, Borges comemora seu 17º gol no torneio

Desde a sétima rodada, quando venceu o Bahia no dia 29 de junho, o Corinthians estava na liderança do Campeonato Brasileiro. O clube chegou a ter 92% de aproveitamento e sete pontos de diferença para o segundo colocado. Contudo, uma queda avassaladora de rendimento resultou na parda da liderança neste domingo (18), depois que o Timão perdeu por 3 a 1 para o Santos, de virada, no Pacaembu.

continua após publicidade

Veja a classificação atualizada

A queda de rendimento foi evidenciada pela derrota deste domingo. O Timão saiu na frente e dominou grande parte do primeiro tempo, sofrendo o empate apenas no final da etapa. No segundo tempo, o time desapareceu e, mesmo com um a mais durante parte do jogo, sofreu mais dois gols e saiu derrotado no clássico. Assim, o clube não conseguiu vingar a derrota na final do Campeonato Paulista, quando foi superado pelo mesmo Santos.

continua após publicidade

Deve-se esperar muitos protestos contra o elenco corintiano nesta semana. A torcida, que já vinha extremamente insatisfeita com o rendimento do time, agora está furiosa.

continua após publicidade

O Timão caiu para a terceira colocação, com 43 pontos. O Vasco lidera o Brasileirão, com 45, um a mais do que o São Paulo. O Santos tem 32 pontos, mas duas partidas a menos que seus rivais.

O Peixe começou o jogo buscando o campo de ataque, mas o Corinthians equilibrou rapidamente. Com muita vontade e uma atuação inspirada de Emerson nos primeiros minutos, o Corinthians abriu o placar. Aos 12min, o atacante achou Alessandro na esquerda. O lateral cruzou e a bola desviou na defesa. Liedson, sempre esperto, ajeitou de cabeça antes de chutar para o gol.

continua após publicidade

Logo após o gol, o Santos chegou duas vezes com perigo de cabeça. Na primeira, Edu Dracena cabeceou com grande perigo após escanteio, mas o goleiro Julio Cesar defendeu. No minuto seguinte, foi a vez de Alan Kardec testar: outro milagre do goleiro alvinegro.

continua após publicidade

Depois desses dois sustos, o Corinthians começou a mandar na partida. Aos 24min, novamente Liedson apareceu com perigo. Ele dominou no bico da área e chutou colocado no ângulo oposto, mas a bola explodiu no travessão e saiu. Emerson dava muito trabalho à defesa santista, assim como Willian, que quase ampliou aos 34min. Ele dominou lançamento longo e chutou de esquerda. Rafael saltou e defendeu bonito.

Após 20 minutos apagado, o Santos reacendeu com o gol de empate, em uma jogada de sorte e desatenção da zaga alvinegra. Após cobrança de escanteio, a bola passou por toda a zaga. Quando parecia que a jogada daria em nada, Willian deixou Henrique tomar à frente depois do segundo pau e chutar cruzado. A bola vou no canto esquerdo rasteiro e não foi possível a defesa de Julio Cesar: 1 a 1.

continua após publicidade

Após o empate, o Timão voltou a buscar o gol e quase marcou aos 44min. Em cobrança de falta ensaiada, Chicão rolou para trás e Alex soltou uma bomba. A bola passou raspando a trave direita de Rafael, que ficou só olhando. Fim do primeiro tempo.

continua após publicidade

O Corinthians voltou sonolento para o segundo tempo e permitiu que o Santos chegasse várias vezes com perigo. Aos 8min, Neymar fez bela jogada e deixou Alan Kardec na cara do gol. O jogador chutou rasteiro, mas Julio Cesar defendeu bem.

continua após publicidade

Na jogada seguinte, o próprio Neymar arriscou cruzado, mas Julio Cesar espalmou para o lado. Na sequência da jogada, Alan Kardec cruzou baixo. Aproveitando bobeira de Leandro Castán, que ficou esperando a bola chegar, Borges se antecipou e marcou seu 17º gol no Brasileirão.

Com o gol, o Timão se descontrolou. Em mais uma jogada espetacular, Neymar deixou Alan Kardec mais uma vez cara a cara com Julio Cesar. De novo o atacante vacilou e, desta vez, chutou para fora.

continua após publicidade

No Corinthians, apenas Emerson continuava jogando bem, e ele quase empatou em seguida, quando aproveitou uma sobra e chutou de fora de área, para boa defesa de Rafael. Vendo o jogo escapulir, Tite tirou Ramón e Willian, para as entradas de Jorge Henrique e Welder.

Aos 22min, o Corinthians voltou para o jogo. Alex fez boa jogada e foi calçado por Henrique, que levou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Na cobrança, o próprio Alex bateu, mas a bola passou por cima. Usando a pressão por estar com um a mais, o Timão quase empatou em seguida, em cabeçada de Liedson e bateu na rede pelo lado de fora.

Entretanto, o nervosismo corintiano ficou evidente quando, aos 35min, Alan Kardec novamente saiu livre e, ao invadir a grande área, cruzou rasteiro. Chicão, no desespero, fez contra.

No fim, Alex ainda caiu desacordado em campo após escorregar e a ambulância entrou em campo para levar o jogador, que aparentemente saiu de campo consciente.