Esportes

Palmeiras paga quase R$ 6 milhões por gol marcado por Valdivia

Da Redação ·

A lesão sofrida na seleção chilena que vai tirar Valdivia de ação por um mês só aumenta o custo do Palmeiras com o meia. Até agora, entre contratação e salários, o Palmeiras gastou cerca de R$ 5,9 milhões por cada um dos cinco gols marcados pelo chileno desde seu retorno ao clube, em julho do ano passado.

continua após publicidade

A estimativa leva em conta o valor de R$ 24 milhões pela contratação, que inclui o valor pago ao Al Ain, dos Emirados Árabes, além de impostos e comissão, citado em reportagem publicada pelo R7 no ano passado. E um salário mensal de R$ 400 mil, valor não confirmado pelo clube, mas apontado em várias reportagens desde o ano passado.Considerando que de lá para cá Valdivia já teria recebido 14 salários, chega-se ao valor de R$ 29,6 milhões, ou seja, R$ 5,9 milhões a cada gol. Ou R$ 740 mil para cada um dos 40 jogos disputados por Valdivia, dos 82 que seriam possíveis desde a reestreia, contra o Guarani, em 22 de agosto de 2011. Ou, então, R$ 2,46 milhões para cada cartão amarelo recebido – foram 12, até agora.

As seguidas lesões impedem que o Mago se faça mais presente no Palmeiras. No ano passado, ele ficou de fora dos jogos contra o Goiás, pelas semifinais da Copa Sul-Americana, por causa de uma lesão muscular. Neste ano, o aproveitamento foi ainda pior: Valdivia voltou a se contundir nas semifinais do Paulistão, contra o Corinthians, e participou de apenas 21 dos 52 jogos do Verdão.A contusão deve tirá-lo de pelo menos mais sete partidas. Se tudo correr bem, o Mago poderá voltar ao time no jogo contra o Flamengo, no dia 13, e defender o Palmeiras nas últimas dez rodadas do Brasileiro – se não voltar a ser chamado pela seleção chilena, quando estiver recuperado. O vice-presidente de futebol, Roberto Frizzo, já disse que não pedirá dispensa do craque aos chilenos.

continua após publicidade

- Não existe isso. Seria a mesma coisa que a seleção brasileira deixar de convocar alguém. Não é uma brincadeira de roda. Quando você tem um elenco com jogadores de qualidade, há esse tipo de problema. Para escapar disso, só tendo um elenco de cabeças de bagre, mas não queremos isso.

Se voltar contra o Flamengo e não perder mais nenhuma partida, Valdivia estaria presente em 31 das 69 partidas disputadas pelo time no ano, um aproveitamento de 45% dos jogos – pequeno, se comparado a jogadores como o volante Márcio Araújo, presente em 49 partidas neste ano, mas pelo menos com a chance de voltar a render em momentos decisivos no Brasileiro.