Esportes

Sem sedativos, Ricardo Gomes abre os olhos e se move

Da Redação ·

Três dias depois do Acidente Vascular Encefálico (AVE) que sofreu durante o clássico entre Vasco e Flamengo, o técnico Ricardo Gomes segue respondendo bem ao tratamento. Após passar por uma cirurgia para drenagem do sangue no cérebro, na noite de domingo, o treinador teve seus sedativos retirados nesta quarta-feira, abriu os olhos e já conseguiu se movimentar.

continua após publicidade

"Suspendemos de manhã cedo os sedativos e com duas horas Ricardo já apresenta reações positivas. Acordou, abriu os olhos lentamente, em determinados momentos movimentou braços e pernas bem mais do lado esquerdo do que do direito, como esperado. Isso não quer dizer que vai ter sequelas, ainda é cedo para uma avaliação definitiva, mas vamos iniciar a fisioterapia e ele deve recuperar totalmente os movimentos", explicou Fabio Miranda, responsável pelo Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Pasteur, onde o técnico está internado, no Méier, no Rio de Janeiro.

continua após publicidade

A evolução animou os médicos e, já nesta quarta-feira, Ricardo Gomes iniciará o trabalho de fisioterapia, visando a recuperação total dos movimentos do corpo. Apesar da ótima recuperação, José Antônio Guasti, outro médico responsável pelo tratamento do treinador, alertou que o estado de saúde ainda é grave e apontou que é cedo para falar em sequelas.

"Dentro do que imaginamos num primeiro momento, o panorama é dos melhores. Ele ainda vai continuar no CTI por alguns dias, e o estado inspira cuidado, é grave, mas é bem melhor do que há dois, três dias. Sua grande evolução foi nas últimas 12 horas", afirmou.

continua após publicidade

Ainda não há previsão para o retorno do treinador a seu cargo no Vasco e nem se sabe ainda se ele será liberado para voltar a desempenhar a função. Assim, a equipe carioca enfrenta o Ceará, nesta quarta-feira, às 18 horas, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro, comandada pelo auxiliar Cristóvão Borges.