Esportes

Brasileiro perde a final da categoria até 66kg no Mundial de judô, em Paris

Da Redação ·
 No pódio, Leandro Cunha e Ebinuma exibem as medalhas de prata e ouro
fonte: MarcioRodrigues/Fotocom
No pódio, Leandro Cunha e Ebinuma exibem as medalhas de prata e ouro

Leandro Cunha, vice-campeão mundial no ano passado, no Japão, repetiu o resultado e conquistou a medalha de prata na categoria até 66kg, no tatame do Palais Omnisport de Bercy, em Paris, nesta terça-feira. O brasileiro foi derrotado na final pelo japonês Masashi Ebinuma por ippon. Este foi o segundo pódio do país no primeiro dia da competição.

continua após publicidade

No início da luta, Leandro, muito técnico, tentou um katagatame, impondo respeito. Mas, aos três minutos, num golpe rápido, o japonês derrubou o brasileiro e faturou o ouro para o país que mais conquistou medalhas na história do judô mundial. Apesar da derrota, Leandro atendeu a imprensa sorrindo e dedicou mais uma medalha à filha Vitória, que nasceu em fevereiro deste ano.

continua após publicidade

- É mais uma conquistada com muito suor. Bati na trave de novo, mas chegar em duas finais seguidas de Mundial não é para qualquer um - comemorou para, em seguida, falar da luta contra Ebinuma - Comecei bem, estava bem fisicamente, senti que poderia ganhar o ouro, mas não deu. Faltaram alguns detalhes técnicos, mas vou trabalhar para evoluir e estudar mais os adversários.

continua após publicidade

Leandro, que pensou até em parar de lutar por ter amargado durante anos a reserva de João Derly e Henrique Guimarães, recuperou o ânimo e já sonha com o pódio nos Jogos de Londres, no ano que vem.

- Dei um passo grande aqui no Mundial para a vaga olímpica e vou buscar essa medalha que está faltando - afirmou Coxinha, como é chamado pelos companheiros - Meus pais faziam salgado para vender e eu sempre levava para o meu sensei. Um dia, não levei e ele cobrou a coxinha. Aí o apelido pegou - diverte-se ao lembrar.

continua após publicidade

O Mundial de Paris é o último do ciclo olímpico que culminará com os Jogos de 2012. Para os Londres, se classificam os 22 melhores homens e as 14 melhores mulheres na classificação. Uma medalha de ouro vale 500 pontos no ranking. A prata dá 300 pontos, o bronze 200, o quinto lugar 100, e a sétima colocação 80 pontos.