Esportes

À vontade na Ressacada, Vasco vence Avaí

Da Redação ·
Diego Souza comemora o primeiro gol do Vasco em Florianópolis
fonte: Antonio Carlos Mafalda/Gazeta Press
Diego Souza comemora o primeiro gol do Vasco em Florianópolis

Atuar na Ressacada não intimida em nada o Vasco. Pelo contrário. Depois da exibição de gala no estádio na semifinal da Copa do Brasil, o Cruz-maltino voltou a conquistar um ótimo resultado no palco, ao vencer o Avaí por 2 a 0, na noite desta quarta-feira (17), desta vez pelo Brasileirão.

continua após publicidade

Com o triunfo, o segundo seguido na competição, o time de São Januário manteve o bom aproveitamento como visitante e passou para a terceira posição na competição, com 33 pontos.

continua após publicidade

Os gols foram marcados por Diego Souza, no primeiro tempo, e Dedé, na segunda etapa. O zagueiro, por sinal, foi o destaque da equipe carioca, tendo boas chances de ser convocado por Mano Menezes nesta quinta-feira (18), para amistoso do Brasil contra Gana.

continua após publicidade

Os catarinenses, por sua vez, continuam em seu calvário. Com o revés, o Avaí mantém os 13 pontos e é o penúltimo colocado, apenas dois pontos à frente do lanterna América-MG.

Os dois times voltam a jogar no próximo domingo (21). Às 16h, novamente na Ressacada, o Avaí recebe o Coritiba. Mais tarde, às 18h30, o Vasco faz o clássico contra o Fluminense, no Engenhão.

continua após publicidade

Logo que a bola rolou, o Vasco se mostrou à vontade em campo. Aos 6min, Juninho Pernambucano, titular na vaga de Felipe, arriscou de fora da área e obrigou Felipe a espalmar. Aos 14min, foi a vez de Jumar ameaçar, raspando a trave.

continua após publicidade

Afoito, o Avaí errou muitos passes, tendo dificuldades em organizar as jogadas, diante de um adversário bem postado. Para piorar, a marcação catarinense falhou aos 26min, quando Fagner lançou Diego Souza em profundidade, os zagueiros não acompanharam e o meia bateu cruzado para abrir o placar.

continua após publicidade

Tentando mudar o panorama, o técnico Alexandre Gallo mexeu no Avaí no intervalo. Tirou Dinélson e Caíque, colocando Robinho e Willian. Sua equipe até passou a ter mais posse de bola e ensaiar uma pressão, mas careceu de criatividade.

Sem se expor muito, o Vasco aproveitou a boa fase do zagueiro Dedé para ampliar aos 21min. Após escanteio na área catarinense, a defesa mandante não afastou e a bola sobrou para Dedé, que bateu rasteiro para marcar.

continua após publicidade

O gol desestabilizou totalmente o Avaí. Prova de desespero foi a expulsão de Robinho aos 29min, ao receber o segundo cartão amarelo por fazer falta violenta em Juninho. No fim, o Vasco trocou passes, sob os gritos de "olé" da torcida presente à Ressacada.

FICHA TÉCNICA
AVAÍ X VASCO

Local: Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 17 de agosto de 2011 (quarta-feira)
Horário: 19h30
Árbitro: Cléber Wellington Abade (SP)
Assistentes: Carlos Nogueira Junior e Anderson Coelho (ambos de SP)
Cartões amarelos: Bruno Silva, Robinho (A); Eder Luis, Alecsandro (V)
Cartão vermelho: Robinho (A)
Gols: VASCO: Diego Souza, aos 26min do primeiro tempo; Dedé, aos 21min do segundo tempo

AVAÍ: Felipe; Daniel (Arlan), Gustavo Bastos, Dirceu e Pará; Bruno Silva, Pedro Ken, Dinélson (Robinho) e Cleverson; Caíque (Willian) e Rafael Coelho
Técnico: Alexandre Gallo

VASCO: Fernando Prass; Fagner, Dedé, Anderson Martins e Julinho; Rômulo, Jumar, Juninho Pernambucano (Fellipe Bastos) e Diego Souza (Kim); Eder Luis (Leandro) e Alecsandro
Técnico: Ricardo Gomes