Esportes

Corinthians vira sobre Atlético-MG e garante liderança do Campeonato Brasileiro

Da Redação ·
Emerson foi literalmente o dono da bola na vitória do Corinthians
fonte: Pedro Vilela/AE
Emerson foi literalmente o dono da bola na vitória do Corinthians

Atlético-MG e Corinthians fizeram um jogo eletrizante nesta quarta-feira (17), pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Ipatingão, em Ipatinga (MG). Após terminar o primeiro tempo perdendo por 2 a 0, os paulistas viraram para 3 a 2 na segunda etapa, graças à iniciativa de Tite de colocar Emerson em campo, que participou de todos os gols. O camisa 11 fez o primeiro, enquanto Alex e Liedson marcaram os outros. Para os mineiros, Dudu Cearense e Guilherme anotaram.

continua após publicidade

Com a vitória, o Corinthians continua na liderança do campeonato com 37 pontos, independente do resultado do Flamengo, que joga nesta quinta (18). O número de vitórias assegura os paulistas na frente. Já o Atlético-MG do técnico Cuca continua na zona de rebaixamento, com 15 pontos somados, na 18ª posição. A próxima partida do Corinthians será contra o Figueirense, neste sábado (20), no Pacaembu. Já o Atlético-MG enfrenta o Botafogo, no mesmo dia, no Engenhão.

continua após publicidade

A partida começou equilibrada, mas não demorou muito para o Atlético-MG tomar a iniciativa de agredir mais o adversário. Logo aos 6min, Bernard invadiu a área e cruzou rasteiro para Guilherme. A bola passou pelo goleiro Júlio César e por pouco o atacante não completou para o fundo do gol.

continua após publicidade

O time da casa prosseguiu insistindo e conseguiu abrir o placar aos 13min. Em escanteio cobrado da direita, Réver desviou e Dudu Cearense completou para o gol. Os corintianos reclamaram muito de impedimento, mas o árbitro manteve sua posição corretamente, pois o zagueiro Wallace dava condição.

Ao contrário do que se previa, o gol não fez o Corinthians sufocar o adversário em busca do empate. Tirando chutes de longa distância com Danilo e Alex, pouco o time produzia. O Atlético aproveitou a fragilidade e por duas vezes quase ampliou, com Guilherme e Magno Alves. Aos 26min, após cobrança de escanteio, o árbitro marcou pênalti de Jorge Henrique em Réver. Guilherme bateu e fez o segundo dos mineiros, levando uma boa vantagem para o vestiário.

continua após publicidade

Na segunda etapa, Tite promoveu uma alteração que mudou a cara do jogo. Emerson entrou no lugar de Alessandro e colocou fogo na partida. Aos 4min, após cobrança de escanteio, o camisa 11 desviou a bola dentro da pequena área e diminuiu para o Corinthians. Quatro minutos depois, ele ganhou de Réver na corrida e sofreu pênalti. O zagueiro foi expulso e o meia Alex converteu a cobrança, empatando o confronto.

continua após publicidade

A surpreendente reação do Corinthians deixou o time mandante assustado e a reação natural foi recuar, ainda mais com um homem a menos em campo. A pressão deu resultado aos 29min. Jorge Henrique cruzou da esquerda, Emerson desviou de cabeça e a bola sobrou no pé de Liedson, que apenas tocou para dentro do gol, virando o jogo.

continua após publicidade

o Corinthians apenas administrou o restante do jogo e ainda teve a chance de ampliar quando, nos descontos, o goleiro Renan Ribeiro fez pênalti em Emerson. Alex foi novamente para a cobrança, mas desta vez desperdiçou. Logo depois, o párbitro encerrou a partida, com vitória dos paulistas.

ATLÉTICO-MG 2 X 3 CORINTHIANS

Local: Estádio Lamegão, em Ipatinga (MG)
Data: 17 de agosto de 2011 (quarta-feira)
Horário: 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Rodrigo Pereira jóia e Ediney Guerreiro Mascarenhas (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Dudu Cearense, Renan Ribeiro e Richarlyson (Atlético); Julio Cesar e Emerson (Corinthians)
Cartão vermelho: Réver (Atlético)
Gols:Atlético: Dudu Cearense, aos 13 e Guilherme aos 27 minutos do primeiro tempo
Corinthians: Emerson aos quatro, Alex aos oito e Liedson aos 29 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO: Renan Ribeiro, Lima, Werley e Réver; Patric (Caio); Fellipe Soutto (Jônatas Obina), Dudu Cearense, Bernard e Richarlyson; Magno Alves (Gilberto) e Guilherme
Técnico: Cuca

CORINTHIANS: Júlio Cesar; Alessandro (Emerson), Wallace, Leandro Castán e Welder; Ralf, Paulinho, Alex e Danilo; Jorge Henrique e Liedson (Edenilson)
Técnico: Tite